TRADUTOR

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

*As três leis.


Texto base, Romanos 2,7,8
*A lei do pecado e da Morte (Romanos 7.21-23/ 8.2,5-7)
*A lei do entendimento (Romanos 7.23/ 2.15)
*A lei do Espírito de Vida (Romanos 8.2)

1ª A lei do pecado e da morte.
Na verdade o autor retrata como duas leis, uma é a lei do pecado, a outra ele não dá uma denominação apenas diz; "encontro a lei de que o mal reside em mim", mas, podemos uni-las num conjunto de leis, ou num código ou sistema de leis; visto terem em si o mesmo objetivo. A primeira lei leva ao pecado, a segunda que é o pecado leva a morte. Nós podemos chamar este sistema de mundanismo. O que é o mundanismo? É um sistema de leis criadas pelas concupiscências, visando à satisfação delas próprias. O que é uma concupiscência? É qualquer sentimento simples e comum a princípio, que, quando toma a frente da razão a domina, como domina a vontade do indivíduo. E quando é que isso ocorre? Primeiro a pessoa em um dia, opta por satisfazer o desejo, a satisfação daquilo sendo agradável, ele o fará de novo, não havendo nenhuma repressão a isto, ele vai adquirindo o habito de satisfazer aquele desejo, e quando adquire o habito o desejo se torna livre e a vontade por estar exercitada na satisfação dele, se torna escrava e serva do mesmo.
Se, contudo após a satisfação vier um pesar da primeira vez, da segunda se o indivíduo voltar à prática será menor, e se insistir o pesar não o incomodará mais com o tempo.
O desejo dominante em uma pessoa tem o nome de concupiscência, se é o desejo de comer, tomará o nome de gula, se de atrair a atenção será seu nome vaidade, etç...
Pois bem dominando a pessoa; a pessoa por sua vez vai adquirindo um caráter segundo a concupiscência, ou seja, tudo que ele pensar, falar, vestir, etç a sua vida girará em torno daquilo. Por quê? Pois o habito de agradar a concupiscência, gerado por ela seja por criação ou por deturpação, se chama vício (o oposto de virtude na linguagem teológica, de Finney), todo vício seja ele químico ou não. A concupiscência estando no domínio, vai cada vez mais se tornando exigente e dizendo as suas leis, o que a pessoa deve fazer o seu, modos vivendis.
Esta é a lei da concupiscência, a satisfação ou cumprimento dela é pecado, pois é você sendo racional, vivendo o irracional, usando a inteligência convertendo a imagem de Deus na semelhança de animal. Empregando a vontade contra sua própria vida.
Sobre isso Paulo disse: "pois não está sujeita a lei de Deus, nem mesmo pode estar. Portanto os que estão na carne não podem agradar a Deus". Agora o porquê disso? Por que Paulo disse isso? Por que um desejo é simplesmente isso, um desejo; nada mais, ou seja, é irracional e bruto da mesma forma como qualquer impulso animal, se você esta em jejum vai sentir fome do mesmo jeito, e por quê? Por que o desejo está ali, automaticamente, ele não pensa, não vai pensar que se você não comeu foi por que esta de jejum, e deixar pra vir outra hora, a qual você não estiver jejuando, ele é automático, é instintivo, não age por razão e sim por programação. Portanto uma pessoa que vive segundo os seus desejos, e sensações jamais, mesmo se estiver adorando, se isto é apenas, agradando a um impulso, jamais ele mesmo neste momento estará agradando a Deus, por que o seu foco real ali é alimentar aquele desejo, e se ele não se satisfizer ali na presença de Deus, poderá muito bem correr atrás de outras formas, até mesmo num centro de macumba, mas, aquele que tem em seu coração o propósito sincero de agradar a Deus, mesmo que isso não agrade a sua carne isso esse é agradável a Deus.
Toda lei visa à satisfação de uma necessidade, assim a lei da concupiscência leva a sua satisfação, que por ser irracional, não se submetendo a razão e nem a Deus, pode portando o que Deus quer, ou se opor, desde que isso satisfaça por que é isso que ela quer. Todo pecado visa satisfação da carne e esta é a lei do pecado, que resulta na morte espiritual e na morte eterna; não na morte física, já estamos condenados a ela, a morrer gradativamente, mas, a mesma será totalmente aniquilada, na vida daquele que espera em Deus que não anda segundo a carne, mas para os ímpios, nos quais reina a lei do pecado acima descrita, reinará não há remédio.

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...