TRADUTOR

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Consequência natural do pecado


"Todas as coisas concorrem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus..." Romanos 8.28
"Como o espremer do leite produz queijo verde, e o espremer do nariz produz sangue, assim o espremer da ira produz contenda" Provérbios 30.33


Já diz a lei da causalidade, toda causa tem um efeito ou todo efeito tem uma causa, todo pecado por sua vez chegará a um resultado maligno e desestruturador, seja direto ou indireto, eu não estou falando de castigo de Deus, ou do derramar da sua ira, eu estou dizendo do resultado natural ou o que acontecerá, sem Deus precisar mover uma palha para isso(embora eu sei que Deus na sua ira possa usar desta consequencia natural). Por que toda escolha, conduta pecaminosa, resultará num mal para aquele que a comete, e não se iluda se não acontecer de imediato, acontecerá com o tempo, se não acontecer diretamente, acontecerá indiretamente. Também não estou falando do provar de Deus, nem da consequencia de ataques malignos como o aconteceu com , eu estou falando simplesmente disso, do "espremer da ira", de que falou o escritor de Provérbios 30.33 .
O próprio pecado do homem o destroi, em Mateus 1.21, a palavra diz que Jesus é aquele que salva o seu povo dos seus pecados, e por que salvar-nos dos nossos pecados? Por que o pecado é nocivo àquele que o pratica, isso como já disse pode ser imediato, como no caso do suicídio, pode ser com um tempo como a pessoa que está entregue aos vícios de natureza química( cigarro, drogas, álcool, etc...). Isso pode ser direto ou seja, o pecado ou erro moral que você comete pode resultar em algo que vai te prejudicar naquele exato momento ou um instante após, ou pode ser indireto ele apenas vai te deixar vulnerável, sujeito a algo que vai te prejudicar; ou mesmo criar uma situação que vai te levar a sujeitar a algo que vai te prejudicar( este é o cetro da impiedade de que falou o Salmista no Salmo 125.3), como por exemplo a vida promiscua deixará a pessoa sujeita a contrair uma DST, por mais cuidado que a pessoa tenha com medicamentos e preservativos, se ela está nesta vida ela uma hora ou outra acabará por descuidar e contrair até mesmo uma SIDA, mesmo com todo cuidado a vida dessa pessoa a põem no grupo de risco.
Mas você pode pensar, há pecados que o prejuízo máximo que você vai ter é o moralmente social( como ser mal visto),o que já seria um grande prejuízo para alguns, mas para outras pessoas que não levam a sua reputação tão a sério nem ligaria, e há outros pecados que nem isso te ocorreria como uma mentirinha popular que "todos" praticam, mas a mentirinha que você comete uma vez na vida e nunca mais, por não ter o habito, já teve o seu efeito e você não viu, e ele por sua vez teve outro, e como uma bola de neve este efeito pode demorar mas, uma dia ou outro chegará até você, pode ser que a sua vida é impecável como servo de Deus, mas, você um dia desses mentiu, coisa que você nunca faz, e nunca mais fez depois disso, mas, seu pequenino filho que estava dando os primeiro passos na razão viu, e isso que não teve impacto nenhum para você teve um grande impacto nele, e se Deus não intervir, com pela sua misericordia o faz, essa criança vai achar que isso não tem nada a ver porque seu pai que que é seu melhor exemplo de vida como servo de Deus o fez, eu posso radicalizar neste exemplo, por que não pegamos cada erro e o seguimos passo a passo para ver aonde vai dar, mas, se o seguíssemos uma simples mentirazinha, poderia culminar num câncer ou até num assassinato, que com uma analise superficial, jamais, ligaríamos uma coisa a outra. Sabemos a consequência de uma vida de mentira, mas, e a de uma mentira? Sabemos a consequência de uma vida de lascívia e a de apenas um único olhar lascívo na vida?Por isso sabemos que Jesus nos salva de nossos pecados!
Adão e Eva após comerem do fruto da árvore da ciência do Bem e do Mal,"viram que estavam nus e tiveram vergonha de Deus", essa foi a primeira consequência de seus erros, e foi direta. Depois é que veio a justiça de Deus, os expulsando do Éden, e entre outras sentenças.
Em Juízes 9, vemos a história de Abimeleque filho de Gideão, o qual matou seus 70 irmãos, cobiçando o domínio de Israel, e terminou também sendo morto de uma forma vergonhosa. E em Romanos 6.23, Paulo fala e diz o resultado final de uma vida de erros contra o Altíssimo, de uma vida de pecados.
O salário do pecado é a morte, mas, o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...