TRADUTOR

sábado, 28 de novembro de 2009

Quem são os que distorcem as Escrituras?



"...falando disto, como em todas as suas epistolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição." II Pedro 3.16
Quem são os que distorcem as escrituras? Há Bíblia nos assegura por meio de Pedro em sua segunda epistola universal, que há um grupo específico de pessoas que fazem isso, e elas são os indoutos e inconstantes, sim um grupo de pessoas que tem estas qualidades, são indoutos(tolos, imprudentes, ignorantes, sem o conhecimento da verdade) e são também inconstantes( não conseguem se firmarem na verdade). Mas, podemos muito bem, sem medo de errar separar este grupo em dois sub-grupos, o dos indoutos e o dos inconstantes. Por isso vamos meditar, nesta passagem de duas formas, em conjunto como nos informa o texto, ou seja analisando este grupo como os indoutos e inconstantes, e analisando também separadamente, os indouto e os inconstantes.

I. Indoutos e inconstantes.

A. Indoutos e inconstantes.
Quando analisamos em conjunto, as palavras possuem um significado diferente. Aqui indouto é por que são ignorantes a respeito do conhecimento de Deus. Embora muitas pessoas possam ter alto e elevado nível de conhecimento são todavia ignorantes no que tange a conhecer a Deus; vivem de folclore, vivem de tradição, mas, de Deus nada entendem, elas acham apenas. Querem dizer o que Deus falou, não querem ouví-lo e conhece-lo primeiro, tem como uma coisa desta? E eles são inconstantes, são pessoas instáveis. Penssemos, são ignorates e são conduzidos por seus impulsos a dizerem e a afirmarem conforme seus impulsos, os induzem a fazer. Eles não afirmam por terem certeza de algo(são indoutos), mas, por que sentem, mas, por que são levados por suas emoções a dizerem(são inconstantes).

B. Indoutos. Agora vamos analisar, separadamente. Aqui indoutos, tanto pode ser, aqueles dos quais já falei, ignorantes a respeito do conhecimento de Deus; ou indoutos mesmos, ou leigos que por ser de difícil entendimento as escrituras, a interpretam de qualquer maneira. Muitos destes indoutos por serem simples não possuem discernimento (Provérbios 1.22-33), nesta citação o escritor de Provérbios, escrevendo as palavras da Sabedoria, fala sobre o fim daqueles que desprezam o conhecimento genuíno de Deus.

C. Inconstantes. Ou instáveis que não conseguem permanecer na verdade. São pessoas, que como já afirmei acima, só conseguem dar ouvidos a eles mesmos, insubmissos; que não querem largar ou abandonar a vida que levam que não conseguem se sujeitarem as verdades do evangelho e serem transformados por ele, alguém já leu algum artigo, viu uma reportagem ou mesmo algum pregador, citou, sobre o casamento de dois pastores gays, bem eu li um artigo e vi uma reportagem, e um dos pastores veio de outro movimento cristão, ele disse que jejuava, orava, que tentava suprimir aquele sentimento, como não pode saiu e se uniu a este movimento do qual ele é um dos fundadores do mesmo. E ai, o que este homem fez e faz, com o que ele aprendeu na Bíblia sobre homossexualismo, será que ele pode ignorar o que a palavra de Deus diz? E é ele quem ensina, aos seus seguidores, o que ele deve responder, quando algum dos seguidores lhe trás as passagens bíblicas, que tratam o assunto?Como ele pode responder, e ser coerente com seu ensino e ao mesmo tempo com a passagem bíblica(Mateus 6.24), sem que ele distorça esta passagem, dando a ele um significado que ele não tem, quebrando com isso todas as regras de interpretação, do português, da gramática, da ortografia, da exegese bíblica e etc?
O inconstante é aquele que não consegue permanecer na verdade. "Se as minhas palavras estiverem em vós verdadeiramente sereis meus discípulos" João 8.31. Os inconstantes torcem a bíblia para satisfazer o seu próprio ego, e o fazem propositadamente.

II. Os indoutos torcem a Bíblia por meio de:
a.Erro de leitura. Alguém já ouviu este versículo bíblico? "O missionário e o pastor,... vê vir o lobo e foge"...Aonde está escrito? Se você perguntar, encontrará alguém para te responder está escrito em João 10.12. Mas é claro que da forma com eu coloquei ai, você dirá, este erro é um absurdo, mas, meu irmão você vai encontrar absurdos maiores, do que este que por incrível que pareça, não inventei, alguém já cometeu ele.
b. Erro de interpretação. Muita doutrina que já nos foi ensinada, nos tempos passados a respeito de vestes, e jóias foi baseada em textos, mau interpretados.
c. Dar um sentido a um versículo que ele não tem. Isso acontece muito, em pregações quando o ministro da palavra quer fazer uma aplicação pessoal das escrituras, a nossa realidade. Acontece com o indouto que ele não entende nem o versículo que lê, e vai lendo e já dando a sua interpretação sem ao menos, tentar entender o que esta se passando ali.
d.Dizer que a bíblia diz o que ela não diz.É praticamente o que já tenho dito, que quando a pessoa coloca um sentido a uma frase que ela, não tem, ele na verdade está dizendo o que ela não diz. Já ouvi muitas pessoas, também dizerem; "mas, na bíblia está escrito que mulher não pode vestir calça". Já ouvi dizer também que, a bíblia fala sobre camera de vídeo, é segundo quem me disse está escrito lá em Ezequiel, quando Deus leva, ele as câmaras secretas.
Os inconstantes torcem a Bíblia por meio de:a.Dar um sentido a um versículo que ele não tem. Primeiramente a gente tem que intender, que existe versículos que sua menssage, começa e se encerra nele mesmo, como por exemplo, alguns provérbios do livro de Provérbios, "(Provérbios 22.6)Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer, não se desviará dele". Este versículo, começa e termina ai, não vai além o outro que segue a baixo fala sobre outro assunto. "O rico domina sobre os pobres, e o que toma emprestado é servo do que empresta."(Provérbios 22.7). E existe versículos que, são apenas uma pequena frase de um grande texto que pode envolver um capítulo, ou mesmo um livro todo, não se pode interpretá-lo isoladamente, fazer isso corremos o risco de colocar, um sentido no texto que ele não diz, isso é o que fazem os indoutos, mas, os inconstantes também o fazem, todavia existe uma diferença na forma de um e na do outro. É que o indouto o faz por ignorância, e o inconstante o faz propositadamente. O inconstante muita das vezes conhece muito bem o que o texto realmente diz, mas, como ele conhece, que a grande massa, não tem a santa curiosidade de investigar as sagradas escrituras, ele distorce então a bíblia, descaradamente, sem um pingo de temor.
b. Dizer que a bíblia diz o que ela não diz. Alguém vai conferir? É por certo não, e se conferirem, estaram conferindo sob a sua ótica, ou seja ele vai conduzi-lo por meio de argumentos a enxergarem aquilo que ele quer que eles enxerguem. "Certamente não morrereis. Por que Deus sabe que no dia em que dele comerdes, se abriram os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal." Gênesis 3.4,5

III. Como os indoutos deixam de ser indoutos e os inconstantes inconstantes?E é difícil disso ocorrer?

A.Indoutos.

a.Buscando conhecer a Deus, através do simples estudo das escrituras, estando assim desprovido de lentes humanas, ou seja de opiniões que não sejam a das escrituras, isso é lendo e examinando a Bíblia(Marcos 12.24/João 5.39). Você simplismente lendo e procurando entender o que está escrito ali, na simples gramática e simples regra de interpretação de um testo de português. Fazendo assim, você não tornará a Bíblia um simples livro; pois não é a visão humana aplicada a Bíblia que a torna a palavra de Deus, e sim ela por sí própria.
b.Através de ferramentas espirituais; isso é a oração. Pois como poderas dizer que conheces a Deus, se não tem um dialogo com ele, ou um particular com Deus? João 5.37 Este versículo, que friso e refriso, é uma resposta de Jesus aos fariseus, que não o consideravam; ele diz que eles davam suas opiniões sem contudo consultar a Deus a opinião deles, ou em outros momentos faziam de suas palavras as palavras de Deus, sem contudo não procurarem ver se Deus concordava ou não com eles.
c.Através de esperiencias adquiridas através de viver a palavra de Deus, ou vida na palavra. Jeremias 22.15,16. Este texto mostra a conduta de um rei que reinou com justiça, e questiona a intenção de reino de outro com injustiça.Acontece, que diz o texto:"Julgou a causa do aflito e necessitado, e por isso lhe sucedeu bem. Não é isto conhecer-me?Diz o Senhor."Então em outras palavras ao praticarmos a vontade de Deus, ao vivermos conforme a sua vontade expressa na palavra, isto duma forma justa, guiados e regidos pelo Espírito Santo, fazendo uma aplicação pessoal das verdades contidas nas escrituras, não é isto conhecer a Deus? Por que, seria isso uma forma de conhece-lo, pois é justamente este o caminho que ele segue, o caminho da justiça, o mesmo caminho revelado em sua palavra é o mesmo caminho que ele trilha.
d.E por revelações transcedentais de Deus ao homem. Atos 10.10-16, mostra um história conhecida de todo leitor da Bíblia, da conversão de Cornelio, neste texto Deus ensina a Pedro algo a respeito de pureza, de santidade; isto foi uma revelação de Deus a Pedro, por meio da qual ele, passou um conhecimento certo, e específico para a tarefa que ele teria de realizar, já imaginou se ele não tivesse recebido esta revelação? Mas, graças a Deus que o revelou e o ensinou através daquela revelação. No mundo de Deus o indouto só permanece assim se ele quiser, pois se buscar a conhecer a Deus, esta jamais será a sua realidade.

É difícil por que:

a. Os indoutos em sua maioria estão apegados aos seus erros de interpretação e leitura. Se você é um presbítero, e por 10 anos de ministério ou mais, ensinou uma doutrina com base em um texto, e depois chega um teólogo, recem consagrado e desfaz.Diz que seu texto é isolado, que Deus não diz aquilo, que esta doutrina não é bíblica, que isso é apenas usos e costume, que isso é apenas dogma denominacional. Me diga qual seria a sua posição? Aceitaria humildemente, isto é depois de reexaminar o texto que por vários anos você ensinou, e que também te foi passado daquela mesma maneira, para ver se o que o irmão diz é verdade ou não? Ou você o tacharia de crente liberal querendo trazer inovação e heresias para destruir a santidade da igreja? Pensou eu que antes de qualquer atitude, precisamos examinar as escrituras, para depois irmos e confrontarmos, aquele que nos espois o texto, se erramos na interpretação, ou se erramos por não lermos direito o texto devemos saber reconhecer o nosso erro, é claro quando eu disse que o camarada chega e, "diz que seu texto é isolado, que Deus não diz aquilo, que esta doutrina não é bíblica, que isso é apenas usos e costume, que isso é apenas dogma denominacional", eu não estou falando de alguém que chega atacando, eu estou apenas dizendo de uma pessoa que chega e nos expõem a escritura de uma forma diferente da qual aprendemos e lemos, e que antes de o questionarmos precisamos pegar as escrituras lermos ela, e verificar se é assim mesmo como ele diz ou se ele está mesmo trazendo heresias.
Mas, a verdade é que os indoutos na sua maioria, não fazem isso; não sei se por orgulho de admitir o erro, ou se por serem simples pensarem que a gente tá distorcendo as escrituras, que não é assim mesmo.
b.Estão conformados ao conhecimento que tem: Achão que é suficiente ou que é assim mesmo.Mas, a palavra de Deus diz:Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor. E outra vez diz:O meu povo é destruído por que lhe falta conhecimento(Oséias 6.3/4.6)Você sabia que é por isso que Satanás acha muitos meios e chances na vidas de muitos crentes? Sim por que por não se aprofundarem no conhecimento do Senhor, desconhecem as armas que possuem e Satanás já pelo seu lado conhece, e é por isso que os escraviza.
c.Quanto mais indouta a pessoa, mais sensível e fácil de se ofender ela é, e mais maliciosa se torna(I Co 14.20). Isso é um fato, pessoas mais ignorantes ou que possuem pouco conhecimento, são mais simples(é necessário dizer que estes simples aqui de quem falo, são simples por que são ignorantes, não estou falando de pessoas simples de coração), e sendo assim elas possuem mais dificuldade de compreender as coisas, e é necessário muita cautela para falar com elas, pois pode muito facilmente ofender a pessoas assim.
d.Fazem resistência a certas verdades sem antes as examina-las. É natural que seja assim, se a pessoa não tiver uma iluminação de Deus, que a impulsione a conferir e considerar aquela verdade, pode ser que ela nem examine a verdade e procure resistir a aceitá-la. Isso é natural, pois estas pessoas se recusão a crescer no conhecimento e tendo em mente advertências de seus lideres, apregoada com aquele versículo, se alguém vos anuncia outro evangelho seja anátema(Gálatas 1.9), não querem muito mesmo nem o diálogo com irmãos de outras denominações, e quando um lhe explica a palavra, censura ou ouve por educação mas, ignora.
e.É facilmente seduzido pelos inconstantes quando esses encobertamente introduzem as suas heresias. Por outro lado, as heresias de um inconstante nem sempre estão nuas para que qualquer um até mesmo um simples perceba, elas estão revestidas por falsa ortodoxia, um pregador prega e no meio de 3 verdades ele introduz uma mentira, e como não possuem a preocupação de examinar, e como olham e são seduzidos pela aparência de santidade do mesmo, são convencidos a aceitar a mentira, quando por outro lado resistem a verdade.

B.Inconstantes

Os inconstantes deixam de ser inconstantes quando se arrependem dos seus pecados e de suas heresias. Quando conseguem ver que seus vícios não podem mais serem ignorados e considerados uma coisa qualquer. Quando a mentira que dizem para si mesmos, de que seus erros não são erros, e seus pecados não são pecados, não consegue mais colar. Quando se chocam com a realidade e vêem que estão vendendo para as vidas, algo em que nem eles mesmo acreditam; vidas estas que iludidas por eles pensam encontrar uma alternativa para continuar vivendo suas vidas sem precisarem de uma transformação.

É difícil por que:

Por que diferente dos indoutos, distorcem a verdade propositadamente. Então como convencer do erro alguém que erra de propósito? Alguém que sabe que está errado, mas, erra mesmo assim?São estas pessoa muita das vezes sábios,entendidos, mas, são ignorantes no conhecimento de Deus, por isso podem os mesmo serem enganados por outros, inconstantes, e enganando e sendo enganados. 

Concluindo

Estes são os que distorcem, os inconstantes e os indoutos ou um misto dos dois, é fácil de se discernir e encontrar os tais no seio da igreja? Ás vezes sim, são aqueles que desprezam um bom culto de ensinamento, seminários, cultos de oração, EBDs, EBFs, ou que vem nos mesmos mas, fazem uma atividade paralela, não levam a sério o que é ensinado, diz amem quando o pregador diz alguma heresia, pois nem prestando atenção o mesmo não está, ou ouve sem meditar na mesma palavra, entre outras coisas que você já sabe. Mas, às vezes não se pode perceber quem são os tais, pois podem ser nós mesmos os indoutos, quando dissemos para nós mesmo: "A falar de novo sobre oração já conheço de có e salteado, já li em livros estudei no seminário", e ai? Podemos ser os inconstantes toda vez que, por não conseguirmos vencer certos vícios em nós,começamos a ignorar textos da Bíblia que os condena, e começamos a nos acostumar aos mesmos, é preciso cuidado antes de tirarmos o argueiro do olho do irmão precisamos retirar a trave do nosso, heresias introduzida descaradamente todo mundo vê, mas, e as encobertas? Deus vê!


Paz do Senhor, que o Senhor nos ajude!!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Achologia


Vós nunca ouvistes a sua voz, nem vistes o seu parecer;" " E o Pai que me enviou, ele mesmo testemunhou a meu respeito. Vocês nunca ouviram a sua voz, nem viram a sua forma, "João 5.37

Achologia é quando uma pessoa não sabe, ou sabe pouco de algo, e quer dar sua opinião, quando a pessoa tem dúvidas a respéito de algo e quer fazer afirmações sobre ele. É difícil não é, mas, é exatamente o que as pessoas fazem, ou mesmo até nós às vezes fazemos. É a famosa conversa pra boi dormir, pessoas querem falar, sobre usos e costumes, pessoas querem falar sobre doutrina, sobre o que a Bíblia diz, sobre o que Deus diz, se elas acrescentassem sempre o "eu acho na frente de tudo", talvez o problema seria menor, por que saberíamos se tratar de uma opinião particular, mas, não; elas afirmam, e dizem; "é assim". Acontece também de que quando a pessoa é modesta e tenta deixar sua opinião acrescentando o acho, outra a interrompe e diz, "acho não é isso mesmo".
Mas, qual o mal no achismo? O mal é que as pessoas dizem o que pensam, o que acham e não procuram saber de verdade, não procuram ter certeza, e com isso, o que elas acham fica estabelecido. Outro problema é que a opinião particular de uma pessoa, está sujeita a lei da relatividade, pois a pessoa diz, o seu "ponto de vista", ponto de vista, é justamente isso, é o modo como você ver, assim como num acidente automobilistico , várias pessoas estão de vários lados, a contemplar o que está ocorrendo, e uma está dentro do carro, que vem e em alta velocidade encapota, os policiais e peritos que chegam no local para levantar dados sobre o fato, vão colher de cada pessoa uma versão, pois cada pessoa viu de um lado, e cada uma viu diferente por ângulos diferente. A mesma coisa acontece no mundo das ideias e opiniões, cada pessoa vai dizer, segundo o ângulo que ela está olhando, você convence uma pessoa de que sua opinião está certa quando você consegue fazer com que esta pessoa olhe pelo seu ângulo de vista, pelo seu "ponto de vista".
No caso do acidente o perito vai colher todas a s opiniões, e evidências, e chegar a uma conclusão próxima da verdade. Da mesma forma no mundo das ideias e opiniões as pessoas devem procurar saber e entender muito bem sobre um assunto antes de dar sua opinião, do contrário poderá estar correndo um sério risco de estar dizendo bobagens.
Mas, voltando para nós crentes, o que estamos falando? Será que temos certeza disto? Muitas das vezes queremos sermos os porta vozes de Deus, mas, será que estamos procurando, ouvi-lo? Jesus disse, que eles nunca tinham estado em contato real com Deus, eles não sabiam como era a sua forma nem tinham ouvido a sua voz, no entanto estavam a questionar ao próprio Filho de Deus. Se existe alguém que tem certeza de tudo o que fala, é Deus. E o que tem de gente dizendo besteira em nome de Deus, pois é o problema maior é que muitos deste são formadores de opinião, e com seus discursos declaram heresias uma atrás da outra, combatem os teólogos mas, louvam os achólogos, detestam e aborrecem o conhecimento, mas, amam dar opiniões segundo aquilo que acham que é certo.
Querendo ou não aquilo que pensamos, aquilo em que realmente acreditamos, norteiam as nossas opiniões. Aquilo que lemos e ouvimos, pode não ser em que acreditamos, mas, também não deixa de influenciar nossas opiniões e atitudes.
Somos seres em constantes mudanças, mas, quando vamos ensinar alguém, ou dizer algo que será relevante para a vida desta pessoa, algo que decidirá o seu futuro, temos que pesar em nossas balanças, muito bem aquilo que vamos dizer. Pois com a medida que medirmos, Deus e até mesmo outros nos mediram a nós também.
Leiam Provérbios 1. 20-33/ 1 Coríntios 14.20.

Deus vos abençoe!!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Ele o mesmo


"Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e eternamente"
Hebreus 13.8

Deus não é antigo nem moderno. Deus é eterno! Algumas pessoas vivem prisioneiras do passado e pensam que devem manter Deus lá também. Elas estão sempre mencionando o que aconteceu, com saudades do que ficou para trás ou o que deixou de acontecer, tentando convencer Deus de que poderia ter sido diferente. Marta também fez isso: "Se o Senhor estivesse aqui o meu irmão não teria morrido", disse ela a Jesus (Jo 11.21). Ela não percebeu que a "alegria" que pensava que havia perdido estava bem ali diante dos seus olhos. Deus é atemporal, ou seja, não está limitado às nossas realidades humanas, nem cronológicas. Ele caminha sobre as coisas passadas testemunhando Seu grande poder. Ele mudou o curso da história enviando Jesus para morrer no Calvário por todos nós. 
O passado está marcado por Seu grande amor e por Sua infinita misericórdia. Nem por isso Ele é antigo ou ultrapassado. Passa o tempo e mudam-se as épocas, mas o Senhor permanece o mesmo. Ele é "socorro bem presente" na tribulação! (Sl 46.1). Ele é o Deus de hoje, de agora. Tome posse de tudo o que Ele tem para dar, mas não tente aprisioná-Lo. Ele segue adiante e o Seu reino se estenderá por toda a terra. "Agindo Eu quem impedirá?", diz o Senhor (Is 43.13). Ninguém poderá impedí-Lo de dar continuidade a Sua obra. Nem o diabo com todos os seus demônios poderá detê-Lo em Sua obra. Aleluia! O melhor está por vir! Embora Ele seja o Deus da eternidade e habite num alto e sublime trono, sabemos que está disponível onde quer que o Seu Nome for invocado. Há um futuro glorioso à nossa espera mais isso não faz Deus menos presente agora junto de nós. Ele é Jeová Shamá (Deus que está aqui). Ele não tem mais compromisso conosco hoje do que teve com aqueles que viveram antes de nós ou viverão depois de nós. 
O mesmo menino que nasceu no passado será Emanuel (Deus conosco) por toda a eternidade.Amém? Quem não pode ser ou permanecer o mesmo, somos nós, mas, também não podemos regredir, precisamos avançar. Desistir sim dos nossos erros, mas, nunca de nossos sonhos e das promessas de Deus, precisamos mudar, certo pregador disse o seguinte.O diabo deforma, o mundo conforma, e Deus transforma.Esta pode ser a tua realidade, pode ser uma realidade, deformada pelo diabo e conformada como o mundo, mas, a palavra de Deus diz diferente. "E não voz conformeis com este mundo mas, transformais-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus(Romanos12.2).Deus hoje está pronto a nos transformar a nos mudar, e nos renovar, deixar aquele móvel velho com cara e cheiro de novo, e ai o que você quer ser, mesmo, ser melhor, ser pior, aceite o conselho de Paulo e seja melhor, por que só assim poderas experiementar qual seja a boa perfeita e agradável vontade de Deus!! 


Paz e graça!!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Engano Religioso

Veja este estudo desde o começo, nestes links.
As quatro inquidades destacada no séc.XXI
Escândalo
Traição
Ódio
Engano Religioso
" Igualmente hão de surgir muitos falsos profetas, e enganarão a muitos" Mateus 24.11

Essa iniquidade foi a quarta iniquidade destacada por Jesus.

Essa iniquidade por sua vez ataca três fundamentos, os quais são, religião verdadeira, conhecimento genuíno sobre Deus e razão.

* Religião verdadeira: Como o texto mesmo diz, muito se tem multiplicado as heresias em nosso meio, nos dias atuais, debaixo das bandeiras da globalização, do ecumenismo, e da Nova Era, as seitas e as religiões as mais variadas tem contaminado toda a terra. Não se carece portanto explicar, por que isto é um atentado contra a religião verdadeira, pois está nítido que com tantas religiões assim, o indivíduo fica sem saber quem é a verdadeira, pois este é exatamente o propósito confundir(Tito 4.3).

A religião verdadeira ou aquela que professa a verdade sobre Deus, não possui uma placa dizendo; "somos os verdadeiros" pois se fizesse, logo as outras a imitariam; "também somos".

A religião verdadeira não possui dógmas humanos, não foi criada por homens, mas se originou dentre eles, o primeiro praticante dela foi Enos, o primeiro homem adorador, diz o texto sagrado; "então se começou a invocar o nome do Senhor", (Gn 4.26). Ela parte da adoração sincera, Jesus disse;" nem nesse monte nem em Jerusalém", por que não está presa a cultura humana, ela nasce do Espírito Santo, ele é o que nos liga a Deus, e por qual meio? Por Jesus, ele disse; "Eu sou o caminho"...(João 4.21-23/João 14.6).

*Conhecimento genuíno sobre Deus. Cada religião limita e distorce o conhecimento que o homem tem de Deus, para muitos a diferença entre o Deus bíblico e o pagão, é que o pagão são muitos e limitados, e o bíblico é um apenas, ou seja preconceituam a Deus. O engano religioso afasta o homem do conhecimento genuíno de Deus. Deus não está longe, disse o apostolo Paulo, "ainda que tateando o pudessem achar", o conhecimento genuíno sobre Deus vem quando descartamos todo o preconceito religioso, e começamos a andar com Deus, "ouvi falar, mas, agora o vejo", disse Jó, é assim que é o conhecimento genuíno, a Bíblia nos revela, a natureza nos revela, mas, só o próprio Deus diz tudo, e mais um pouco(Atos 17.27/Jó 42.5).

*Razão.Se o engano religioso ataca a religião verdadeira não permitindo assim, com que o indivíduo conheça a verdade, lançando dúvidas e confusão sobre a mente dos homens; ataca também o conhecimento genuíno sobre Deus, deturpando tudo o que se pode saber sobre Deus, através da Bíblia e da natureza. Logo o engano religioso ataca também a faculdade intuitiva, ou a razão humana. Com tanto engano, a razão em trevas torna-se cética, a religião verdadeira tornasse uma utopia, os religiosos espertalhões, e Deus uma mentira fictícia criada pelo intelécto criativo e primitivo da pré-história humana, sustentado até hoje como uma forma de cabresco e freio as loucuras humanas. E ai? O que indagar? Como argumentar? A razão dos tais está em trevas, só o evangélho genuíno é que pode lançar luz, sobre tudo isto, o Salmistas diz;" na tua luz veremos a luz". Quando a pessoa rejeita o evangélho então vem a operação do erro e os mesmos creêm nela, mas, aquele que crê em Jesus, jamais andará em trevas( Salmo 36.9/2 Tessalonicenses 2.10,11/João 8.12).



Conclusão


As quatro iniquidades listadas por Jesus, em Mateus 24.10 e 11, atinge ou são endereçadas a muitos valores e bons costumes, nescessários a boa convivencia e a própria vida. Tenho mencionado apenas nove destes valores, dentre os quais, a própria vida é um deles. E por que os chamo de fundamentos? Por que abalando eles traz consigo, uma desestruturação na vida e no convívio familiar e social, destruíndo eles ou sem eles torna-se insuportável a vida e o convívio entre as pessoas. Eles são, consciencia, fé, boa-fé, fraternidade, paz, vida, razão, religião verdadeira e conhecimento genuíno sobre Deus.

Agora, como atingindo estes fundementos eu posso atingir o amor, esfriando-o? Na humanidade, estes são os fundamentos do amor, eles são o meio pelo qual ele sobrevive e se manifesta, se não pudermos confiar nas pessoas, se a nossa vida estiver sempre em risco, se nutrirmos o ódio, se maculamos a fraternidade, se em tudo o que acreditamos é constantemente bombardeado, se os nossos referencias na fé ferem-nos constantemente, me responda e ai?

E ai? Olhemos para o Salvador autor e consumador da nossa fé, pois o texto também diz.

Mas, aquele que perseverar até o fim será salvo. Mateus 24.13

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...