TRADUTOR

sábado, 12 de dezembro de 2009

O amor derramado pelo Espírito Santo 1ª Parte


E a esperança não trás confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nós pelo Espírito Santo que nos foi dado.(Rm5.5)

O amor que tenho me proposta a falar( e este é o segundo texto) é gerado em nós pelo Espírito Santo, pois sendo Deus espírito e não carne o seu amor é espiritual e não carnal, de sorte que os que andam, segundo a carne não podem ter este amor gerado em suas vidas.
Quando falamos que em uma pessoa há um espírito(se não estivermos falando por revelação), reparamos a sua mentalidade. Uma pessoa com um espírito de prostituição, tem uma mentalidade ou está com a mente voltada para a prostituição, pessoas cheias de gestos e atitudes lascívas, pois aquele espírito a influencia, o julgo ou domínio dele está sobre aquela vida. De igual modo quando uma pessoa é muito brincalhona, tudo leva para o lado da brincadeira, ou da diversão, alguns dizem esportiva e outros dizem espírito esportivo, mesmo que neste caso diferente do outro e simplesmente, é uma pessoa que está agindo desta maneira, no entanto em ambos os casos é a mentalidade( forma de pensar) da pessoa que está sendo classificada de espírito. Por que na verdade o espírito( o ser espiritual não a mentalidade) é quem esta dominando a pessoa, ou influenciando-a a pensar da forma como ele quer, da forma como ele pensa, pois até outras mentes humanas, que estão ao nosso lado as vezes exercem influencia, certos líderes com a mente malignizada pelos demónios chegam a dominar congregações amplas de fieis debaixo de um julgo de falsa e cega fé.
Mas, o que eu quero explicar com isso é que, é que da mesma forma uma pessoa que se envolve com Deus e leva uma vida intima com ele é influenciada pelo seu Espírito Santo e passa a pensar como Deus pensa e também passa a amar como Jesus tem amado.
Se passa a pensar como Deus pensa, então passa a ter a mesma meta que Deus, que é a promoção do bem, ao próximo pelo valor intriseco dele, do bem. Então para essa promossão, passa a consagrara a sua vida a prática do bem, assim como Deus o faz, o que a Bíblia nos indica que ele nos amou com todas as tuas forças e entendimento, cumprindo o seu próprio mandamento, e isto está bem claro nas palavras que o apostolo João escreveu da declaração de Jesus feita a Nicodemos, quando o mestre o instruiu a cerca do novo nascimento, a qual todos conhecemos e que dizia: "de tal maneira" . João 3.16
Este amor que é santificação, é derramado em nós pelo Espírito Santo através de sua santa influência. O amor bíblico é uma opção, como já disse, "amaras" se não fora não poderia ser mandamento; mas de maneira nenhuma iremos escolher comprí-lo se não for pelo Espírito Santo operando em nós, por que o nosso egoísmo não nos deixará querer, como Deus quer. E por que eu não podese optar por amar, como poderia receber um mandamento para isso?
Um pessoa dominada por um espírito( não digo um possesso, pois ele é inconsciente), pode ser influenciada pelo Espírito Santo, através das pregações, de hinos ouvidos, de programas de rádio e TV, até que por fim a influencia chega a tal que a pessoa faz uma opção, toma uma atitude.No entanto é uma opção, por isso infelizmente há pessoas que mesmo assim resistindo não optam por Jesus.
Feita a opção por Jesus a pessoa precisa adquirir a mente de Cristo, através de uma vida
fevorosa de oração, de consagração aos pés de Cristo de busca da verdade contida nas sagradas escrituras, de uma busca contínua e sincera para se encher do Espírito de Deus. Por que os vestígios da mente maligna, "do velho homem", ainda continuam, uma mentalidade materialista, olhos voltados para os valores terrenos, ambição mundana, os cuidados desta vida; e assim como antes de ser de Jesus, o Espírito de Deus já começava a lançar as suas influencias para conquistá-lo, também agora, os espíritos malignos lançam também as suas influencias, através de amigos irmãos colegas, professores, até mesmo crentes carnais, pela TV, pelas músicas seculares, etç... E se o cristão não procurar andar com Deus como o crente Enoque, mesmo que ele permaneça na igreja, permanecerá morno, ou cético, ou misto, ou tudo isso ne um só crente, crente laudisséia.
Cético por que a sua fé é intelectual apenas, na hora de por em ação falha; misto por que embora está na igreja, mas, o mundo está dentro dele; morno por que se acomodou a esta situação e se engana vivendo apenas de sensacilismos que não podem promover-lhe vida. Ou pode nunca ter sido crente apenas é um religioso, não foi convencido pelo Espírito Santo, mas, pelo homem, não aceitou o Jesus do Cristianismo, mas, o Jesus da denominação, da sua religião, e o que posso dizer mais, a igreja está cheia destes, e de outros que Satanás volta a influenciar e dominar suas vidas, não para tirá-los da igreja, mas para mudar-se para lá dentro de suas vidas. Certo pregador, disse que o diabo vem para a igreja muintado no lombo dos crentes, que dão lugar para ele lá fora.

...anterior - continua...

Introdução ao assunto

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...