TRADUTOR

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Um amor diferente 2ª Parte


III. Não faz seleções.
O amor natural é seletivo. Alguém diz que tenho que amar a pessoa e o que ela faz, isso não é verdade e Deus provou para nós, nos amando sem amar o nosso pecado.
No amor natura o homem seleciona o seu grupo de amigos, de acordo com aquilo neles, que lhe traz simpatia por eles, que acha legal, inteligente, divertido,confiáveis, que possui ideias, metas comum a dele. Enfim sempre a satisfação pessoal predomina. No amor natural se sou amigo de um homossexual tenho que concordar com o homossexualismo, de jeito que se eu não puder aceita-lo e aceitar seu pecado não sou seu amigo.
O amor espiritual pelo seu lado não faz seleção, pois nele eu amo a todos sem precisar de concordar com o erro em suas vidas. Eu posso no amor espiritual ser amigo de um alcoolatra, sem admitir o seu vício e procurar muda-lo. Sabendo que o meu inimigo está enfermo eu posso orar e ele ser curado. Por que se ama-lo vou querer o bem para ele e procurarei vê-lo em boas condições e pra isso eu não poderei concordar com o mal que há em sua vida, e este(o mal que há na vida de meu inimigo) procurarei vence-lo.
O amor espiritual não é injusto, mas, procura o bem do injusto. Também não é masoquismo, pois não ama o mal que a pessoa faz, mas a pessoa, não ama o sofrer, mas, suporta-o para ver o bem do próximo, e da obra de Deus.Ele é sofredor não gosta de sofrer.
Muitos procuram ter este amor, mas, não conseguem, aparentemente sim, mas, não passa de uma pratica voltada para si mesmo, como a de fazer doações aos pobres, no intuito de ser glorificado pela mídia, dos homens pode esconder seu real propósito, mas, de Deus não.
O amor espiritual não faz seleção por que ele é direcionado ao próximo, o carnal faz por que ele não é direcionado ao próximo mas, aquilo no próximo que me agrada. Por que o espiritual procura a promoção do bem do próximo, e o carnal do seu próprio bem. Em teoria alguém pode dizer que o seu amor é espiritual, mas, na prática ele verá que não. Pois o amor espiritual ele é produzido pelo Espírito Santo, ou seja a sua origem, não é em nós, mas, em Deus(Rm5.5).E de maneira nenhuma a carne poderá produzir aquilo que é espiritual. Só espírito gera espírito. Se alguém diz que ama o que é exigido por Deus e anda na carne é mentiroso.
Deus é amor(I João 4.16) e quem está em amor está em Deus.E quem nele está não faz acepções de pessoas (Tiago 2.8,9).

Um grande abraço, Deus voz abençoe.

Bíbliografia:

Teologia Sistemática de Charles Finney
Mínidicionário Aurélio
Bíblia Sagrada, João Ferreira de Almeida

...anterior - continua...

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...