TRADUTOR

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Verdade, alguns pensamentos sobre verdade...

Verdades absolutas e verdades relativas.

Verdades absolutas:
A verdade que é verdade em si, que não precisa de manter relação com algo, seja ele o ponto de vista de alguém ou o contexto no qual ela está inserida.Ser verdade é próprio dela e não depende de nada para isso.Esta é a verdade da excencia das coisas, dos fatos, da vida, dos valores, da bem, etc... Pode ser uma verdade que precise de provas, apenas para se revelar; pois pode ser que ela esteja oculta, mas, ela não precisa de provas para ser verdade, só precisa de prova para ser enxergada pela razão ou pelos sentidos, mas, não para se tornar uma verdade.Ou seja mesmo que por falta de prova você não a veja como verdade, a realidade dela ser verdade não vai mudar.
A verdade absoluta também pode ser uma verdade que não precise de prova, mas apenas de conhecimento dela, por não ser ela uma verdade universal, por que sendo ela uma verdade universal, também além de não precisar de provas também não precisará de conhecê-la, pois ela será de conhecimento universal; mesmo que este conhecimento não seja assim; perfeito, completo.

Verdades relativas:
A verdade que está condicionada a algo, que mantém relação com ele.Ela não é verdade em si dependerá sempre da relação que ela mantém com algo, do ângulo em que se analisa, da cosmovisão, pois do contrário ela não será verdade.Ela depende do ponto de vista, do contexto e da realdade na qual está inserida. É uma verdade fantasiosa e fictícia. Ela é a verdade de uma história fictícia, ou de lendas. Ela é a verdade da aparência, é a verdade que está na cabeça de alguém que sofre alucinações, e outros distúrbios mentais. Ela é a verdade das tradições, dos dogmas absurdos das religiões.É a verdade que está na cabeça do enganado; ou daquele que é preconceituoso ou faz mal juízo( malicioso) a respeito de algo.
Ela acaba ou some diante de outra verdade relativa, mais convincente do que ela; ou diante da verdade absoluta.

Verdade e fé, e esperança

Verdade e fé.

A fé não é independente da verdade. Não existe fé genuína que se ligue a mentira. Mesmo que essa verdade esteja apenas na cabeça do que crer, mesmo que ele esteja iludido. Pois a razão humana não se segura em mentira a não ser que esteja enganada. Este é o caso de muitos devotos de supostos milagreiros, que seguem a procissão que beijam os pés dos milagreiros e os mesmo são fervorosos, mas, quando são expostos a verdade absoluta do evangelho, então nunca mais crêem naquilo, pois sabem agora que aquilo ali é mentira, não mais conseguem continuar a crer naquilo e crer no evangelho; a não ser que a verdade do evangelho ainda não foi lhes revelada genuínamente.

Verdade e esperança.
As pessoas esperam no que pensam ser verdade. A esperança tem a verdade como seu objeto pessoal. S e alguém diz que espera ou confia na mentira é por que de algum modo tem a verdade nisso, não em que eles crêem na mentira, por que isso diz eles da boca pra fora. A verdade que ha nisso é que não crêem verdadeiramente na mentira, mas, em algo nessa determinada mentira, que pensam ser verdade; mesmo que não o digam, mesmo que em suas próprias mentes sustentem uma falsa filosofia de confiar na mentira. Por exemplo, um satanista crer em Satanás, por que acha, ou pensa que ele é o verdadeiro deus, e que o nosso, ou o Deus dos cristão, é que o diabo.Pois Satanás não é deus, ele é um enganador e esta aqui para confundir mesmo.O que acontece há verdade numa mentira, a não ser a de que ela é uma mentira. E estas pessoas que possam querer sustentar que acreditam numa mentira, estam enganados pela própria mentira, na qual dizem acreditar. Se é que isso é verdade.



Um grande abraço, Deus voz abençoe, espero ter contribuído para sua edificação.

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...