TRADUTOR

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Deus não te corrige para prová-lo.


A correção de Deus, não é o provar de Deus, por que ao corrigir não é este seu propósito, Ele não esta aplicando um teste em seus servos, antes esta a corrigi-los. O propósito de Deus na correção, não é o de mostrar evidencias sobre algo, ou de obter tais evidências. O propósito de Deus, é que o seu servo que está sendo corrigido, possa desperta-se da sua loucura, possa por meio da correção enchergar, quão mal, louco e abominável tem se feito e possa enchergar quão amoroso é o Pai que o castiga e voltar atrás, ou seja o propósito de Deus é corrigir um erro, não seu, mas, de seu filho( Hebreus 12. 6-7).
Embora, ao crente, por meio da correção perceber o seu erro e voltar atrás, estará evidente para ele que estava num caminho de loucura e imprudência, e Deus com seu grande amor veio a resgata-lo e a salva-lo de seu próprio pecado ao desperta-lo. Não é este o propósito o de prová-lo testando-o, mas, mais tarde Deus pode apresentar ao crente isto, como prova(evidencia) de seu amor e correção.
"E lhe poras o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados" Mateus 1.21
Essa correção de Deus , aqui é a vontade corretiva de Deus, não digo,permissiva. Por que há muitas formas de Deus corrigir alguém, como no caso de Simão o "ex-mágico"(Atos8.9-24),bastou que Pedro lhe chamasse a atenção.Mas, há as vezes que isto não basta para fazer com que um servo seu seja despertado de sua loucura,as vezes é preciso que Deus permita com que o próprio resultado natural de seu erro, de sua loucura, sirva para que, ele ali na sarjeta, no fundo do posso, no meio dos porcos competindo por bolotas;às vezes enfermo, ou com familiares enfermos, passando por grandes tribulações, venha a parar e ver que não precisava ser assim e então voltar-se para Deus. Esta é a vontade corretiva de Deus não a permissiva, não nesse caso, por que o querer de Deus aqui é corrigir, e por isso permite o mal, por ser necessário.Não por ser a sua vontade permitir, mas, por ser a sua vontade corrigir permitindo o mal.

3 comentários:

Anônimo disse...

Eu apenas gostaria de saber quem é a "pessoa", que pode definir a vontade de Deus ou os seus propósitos a ponto de querer definir: Quais são os propósitos de Deus.
Quem é a "pessoa", pra dizer o que Deus quer, o que Ele pretende, e até o que Ele pensa?

Felipe F.Lopes disse...

Eu poderia dizer muita coisa. Mas, este pequeno texto é um trecho de uma reflexão que fiz, a alguns anos, sobre," o que seria o provar de Deus", "em que sentido ele se dá", " para que ele é ( num sentido geral não num sentido pessoal), " o que ele é", " o porque dele( num sentido geral), entre outras indagações minhas, o amado (a) irmão (a), poderá ler o texto na íntegra, nos diversos postes sob TAG ou marcador(o provar de Deus), verás que não tenho a pretensão de fazer nenhuma outra coisa a não ser investigar e refletir sobre o que está escrito ou nos revelado. É uma visão minha, que desejei compartilhar. Mas a pessoa que revela vontade, a mente de Deus e os propósitos de Deus, é o Espírito Santo ( se queria saber quem é Ele).
1 Coríntios: 2. 9. Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. 10. Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmos as profundezas de Deus. 11. Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está? assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus. 12. Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, mas sim o Espírito que provém de Deus, a fim de compreendermos as coisas que nos foram dadas gratuitamente por Deus; 13. as quais também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito Santo, comparando coisas espirituais com espirituais. 14. Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 15. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido. 16. Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo. - Bíblia JFA Offline

Para sua meditação.

A paz do Senhor Jesus!

Felipe F.Lopes disse...

Publiquei agora uma ​postagem, com os links da série, O provar de Deus.

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...