TRADUTOR

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Ativismo Cristão

"Enquanto a Igreja se preocupa com seus redutos, enquanto os ‘reis’ se preocupam com seus pequenos ‘reinos’, enquanto crentes não saem mais para as ruas para evangelizar, [...] satanás levantou seu ativismo neste país. " (ESTE TEXTO FOI TIRADO DE UMA REPORTAGEM SOBRE UMA PREGAÇÃO DO PASTOR MACOS FELICIANO)



   Com base no texto acima citado, quero falar sobre o nosso inativísmo, não sei o que você pensa sobre ser fundamentalista, não sei se a tua opinião já  foi formada pela mídia sobre o assunto. Se foi então você  é  uma pessoa tremendamente equivocada, ser  fundamentalista no cristianismo, é o mesmo que ser ortodoxo, ser genuíno. Quando as pessoas falam de nós no mundo e nos refere como fundamentalista, estão dizendo que somos pessoas que lateralizam toda a Bíblia, e que somos pessoas que procuram trazer os costumes e opiniões dos tempos antigos para a atualidade. 
Opiniões estas que as feministas chamam de machistas, os gays de homofóbicas, os judeus(que deveriam ser a nosso a favor) chamam de antissemitas(mesmo que os fundamentalistas genuínos do cristianismo já tem provado por várias vezes não serem antissemitas).

Cremos que os princípios da palavra de Deus, são eternos e imutáveis, pois "passaram os céus e a terra, mas, as minhas palavras(diz o Senhor), não hão de passar"(Mateus 5.38-48). E sabemos que a Bíblia não ensina a intolerância. Você pode dizer que o Deus de Israel, mandava matar e apedrejar, já expliquei isso em outra postagem de nome "Deus conosco a grande graça", mas, o Estado de Israel, não era um estado laico, assim como nenhum outro país vizinho ou da época. Israel tinha sido levantado como representante do Senhor, e como referencia da pessoa de Deus, para os outros povos, a fim de que por meio de Israel os outros povos viessem a se converter a Deus. Já disse também que a postura de Deus, comparada a de outros deuses da época era bem branda, e outra, a lei mosaica não era uma lei moral apenas, mas, era um lei cerimonial, religiosa e cívica, ou seja ela abrange todas as áreas, pois Israel precisava ser exemplo em tudo.Mas, para encerra este assunto, somente nos países cristãos é que o estado é laico verdadeiramente, é que se há liberdade de expressão e de imprensa. Em países comunistas, não se tem liberdade, de expressão e a laicidade deles é falsa, pois embora não professem religião alguma, pois a considerem "ópio do povo", com tudo suas ideologias são pregadas e ensinadas como uma religião, e impostas como lei, não aceitando a liberdade religiosa, mesmo que a declarem contudo suas obras, ou seus frutos descritos na história mundial os denunciam. Países muçulmanos não preciso dizer nada.
Ser fundamentalista é ser ativo e professar a fé que pregamos, em obras e atitude; ser ativista cristão(que não é a mesma coisa que ativista religioso) é o que muitas igrejas e crentes não são na verdade, pois não procuram salgar o mundo insípido que os cercam, não procuram iluminar os que tropeçam em seitas e caminhos de morte(Mateus 5.13-16). Apenas querem o ouro dos fiéis e mante-los em seus reinos, em seus universos, em seus mundos, em suas assembleias, pois assim poderão contar com seus reais.Muitos cristãos não tomam os princípios da palavra de Deus como a menina de seus olhos, são como Ló, dão suas filhas como oferta a prostituição(Gênesis 19.1-13), mas, não se revoltam contra o mundo, pois possuem medo do mundo. Ser fundamentalista cristão na verdade é ser apaixonado, ser fervoroso pela palavra de Deus, é estar sempre regressando ao primeiro amor, e procurando permanecer debaixo do amor de Cristo Jesus(João 15.9-11/Apocalipse 2.4,5).

*Meus comentários em muitas postagens são bastante objetivos, é porque meu propósito é fazer você amigo leitor pensar, e ir além.

Deus voz abençoe, e firmem o vosso pé em suas palavras. 

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...