TRADUTOR

sábado, 6 de maio de 2017

Bom ou mal. Última parte(opiniões de Jesus).

11. Qual a visão de Jesus sobre ser bom ou mal?

1°. "Considerem: uma árvore boa dá bom fruto; uma árvore ruim, dá fruto ruim, pois uma árvore é conhecida por seu fruto. Raça de víboras, como podem vocês, que são maus, dizer coisas boas? Pois a boca fala do que está cheio o coração. O homem bom, do seu bom tesouro, tira coisas boas, e o homem mau, do seu mau tesouro, tira coisas más. ( Mateus 12.33-35/ Lucas 6.43,45 )

Duas opiniões de Jesus sobre bom e mal  identificamos nesta referência. Primeira opinião,"pois uma árvore é conhecida por seu fruto"; segunda opinião, " Pois a boca fala do que está cheio o coração".Ambas refletem o mesmo pensamento, de que o bem e o mal partem de nós e isto é o que nos definem. As frases acima também dizem que, essa definição como bom ou mal representam aquilo ou a qualidade daquilo que abunda em nós, em nossos corações. Em nossa alma.
Na passagem em apreço, Jesus deixa outra coisa em evidência:"Raça de víboras, como podem vocês, que são maus, dizer coisas boas? " Entendo Jesus afirmando que não existe bondade real, mas, apenas uma bondade fingida e conveniente, nas falas dos maus. Outra pérola de Cristo Jesus é esta que conclui seu pensamento na citação; " O homem bom, do seu bom tesouro, tira coisas boas, e o homem mau, do seu mau tesouro, tira coisas más." Você não pode dar bondade se o melhor que você tem é mal.

2°. Eis que alguém se aproximou de Jesus e lhe perguntou: "Mestre, que farei de bom para ter a vida eterna?" Respondeu-lhe Jesus: "Por que você me pergunta sobre o que é bom? Há somente um que é bom. Se você quer entrar na vida, obedeça aos mandamentos". ( Mateus 19.16,17).

Quando Jesus ia saindo, um homem correu em sua direção, pôs-se de joelhos diante dele e lhe perguntou: "Bom mestre, que farei para herdar a vida eterna?" Respondeu-lhe Jesus: "Por que você me chama bom? Ninguém é bom, a não ser um, que é Deus.(Marcos 10.17,18)

Aqui Jesus reduz toda a bondade existente até da pessoa mais sincera, da bondade mais real que há na terra, e nesta declaração Ele reduziu até mesmo a sua bondade. Jesus com essa declaração reduziu toda a bondade proveniente dos homens e até mesmo a sua, a nada diante da bondade de Deus. Ele declarou que só Deus era realmente bom. Não que ele estivesse negando a sua própria bondade porque ele mesmo disse de si;  "Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. " (Joao 10:11) Mas em adoração e reconhecendo a infinita bondade de Deus é que o mesmo assim declara. E mesmo que Jesus tivesse negando a sua bondade como homem, todavia ao declarar-se o bom pastor, ele sendo Deus não entra em contradição nas duas falas em hipótese alguma.

 3°. "O Senhor respondeu: ‘Muito bem, servo bom e fiel! Você foi fiel no pouco; eu o porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu senhor!’( Mateus 25:21 ).

Aqui a bondade é vista como uma qualidade do caráter daquele servo, e não do serviço por ele prestado. Se não o seu Senhor teria dito, "Muito bem, bom serviço e fiel foste em sua execução..
.", mas, ao invés disso ele elogia o caráter do servo que prestou o serviço. Da mesma forma Deus valoriza a sua boa obra, e nada do que faz passa despercebido por Ele, mas, Ele valoriza muito mais você do que as suas obras. Uma pessoa má pode e faz obras boas, mas, uma obra boa feita por alguém bom tem o peso do amor, da dedicação de sua verdadeira identidade, e no tocante aos serviços da obra de Deus, ela tem o peso da compaixão, não do amor ao que se faz apenas, mas, principalmente a quem se faz( o próximo) e por quem se faz( a Deus).


4°.  Amem, porém, os seus inimigos, façam-lhes o bem e emprestem a eles, sem esperar receber nada de volta. Então, a recompensa que terão será grande e vocês serão filhos do Altíssimo, porque ele é bondoso para com os ingratos e maus.
Sejam misericordiosos, assim como o Pai de vocês é misericordioso". (Lucas 6:35,36)

Aqui Jesus estimula seus discípulos a serem semelhantes ao Pai, em seu caminho de bondade. Mostrando a superioridade do sobre as diferenças e relacionamentos dos homens. Mesmo que você tenha um inimigo se és realmente bom conforme a vontade de Deus, você não o inimigo desta relação, mas, contradição ao mundo, seras o amigo. Temos apenas um inimigo real que é Satanás; a carne faz parte de nós, não é um ser pensante e influenciada por ele, o mundo é um sistema governado por ele. Portanto o nosso verdadeiro inimigo é o Diabo.
Logo Deus é o amigo não o inimigo, a bondade de Deus é justa por isso falo que ela é a bondade real.

5°. "Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.
 "Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas; e elas me conhecem;( João 10:11,14).

O pastor que é bom realmente ele dá a sua vida pelas ovelhas. Ele considera a vida das ovelhas mais importante que a sua própria, seu amor benigno o toma por inteiro e o coloca a disposição de seu querido rebanho.
Bondade pode se referir a qualidade do pastor, se referindo a sua vocação, de que ele é bom em ser pastor, como pastor, de que ele desenvolve bem com dedicação, com amor( amor aqui não apenas pelo que faz, mas, principalmente por quem e para quem faz). Também pode se referir a qualidade moral do pastor, um traço significante de seu caráter, principalmente que essa referência não é a de um pastor real de ovelhas reais, mas, é a um pastor de pessoas como ovelhas, de um guia espiritual. Se fosse um pastor de ovelhas mesmo a primeira referência já seria suficiente. Agora como é um guia espiritual, então faz se necessário que a bondade seja sua marca. Por isso Jesus vira para os seus discípulos e diz, que Ele era assim, o "bom pastor", não  pastor bom apenas, pois pessoas más, podem proceder de forma bondosa quando querem, mas, Jesus não é bom quando convém, ele é o bom pastor.

6°. "Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são! ( Mateus 6.22,23)

Uma pessoa boa também possui as janelas de sua alma boas, a integridade, a honestidade, a pureza no olhar( olhar sem cobiça) entre outras virtudes que pode brotar de uma janela boa, são a marca de que esta pessoa é uma pessoa boa, pois co diz o mestre se as janelas e portas( olhos, mãos, boca nariz, tato etc...) são bons todo o nosso corpo sera bom. Os olhos em especial são os guias da mente e do corpo, o tato e os demais sentidos também, mas, em especial os olhos. Os olhos são o campo pelo qual o nosso interior se manifesta ao mundo, por isso ele mostra muito sobre quem nós somos, e isso para nós, outros sentidos também, mas, os olhos trazem uma revelação mais individual. Para um cego isto fica mais restrito ao tato em especial e a audição, isso tanto a visão quanto o tato, mas fica o foco na visão.

7°. ...para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. ( Mateus 5.45)

A bondade de Deus não é estendida apenas aqueles que lhe agradam. Os justos sabem desfrutar, porque a reconhecem, e é claro que há um favor nisso, pois pela gratidão somos alcançados muito mais por sua bondade. No entanto ela esta estendida a todos. De igual modo o bom e o justo segundo Deus, não faz acepção de pessoas, mas, é bom para com todos.

8°. Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem! (Mateus 7:11 )

Jesus dizia isso aos seus discípulos, e Ele, não os via como bonzinhos, ainda que fossem, diante da bondade de Deus, eles eram maus, agora por mais que se considerassem bons aos seus próprios olhos, Jesus os via e nos vê por dentro. Ele conhece as nossas reais e mais intimas motivações e quem pode as achar o bom perante Ele. Se ele vós sois maus, então é isso que nos somos. No entanto Ele nos chama a uma mudança real, ele diz; "Sejam misericordiosos, assim como o Pai de vocês é misericordioso"( Lucas 6.36).
Outro fato que Jesus revela aqui, é o fato de que mesmo os homens sendo maus, eles "sabem dar coisas boas aos seus filhos". Isso não é um elogio, Ele esta dizendo que por Deus ser bom, Ele está muito mais disposto a nos dar aquilo de bom que precisamos e pedimos, do que nós aos nossos filhos. Ele diz; "quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus,dará coisas boas aos que lhe pedirem!"

9°.O mundo não pode odiá-los, mas a mim odeia porque dou testemunho de que o que ele faz é mau. (Joao 7:7)

Não existe pecador bonzinho, e Jesus deixou isso bem claro, de sorte que ao falar de seus pecados ele os estimulou a exteriorizarem o que eles realmente eram, maus. E isso eles mostraram e mostram quando são expostos a luz da palavra de Deus. Eu não sou bom, primeiro eu preciso reconhecer isso, que não há condenação sem motivos, que pecado pode ser agradável, mas, não é bom. O homem mais piedoso do mundo, é um carrasco, ele não é bom. Só então com o novo nascimento, eu começo a trilhar o caminho do bem, quando eu começo a ser, como o Pai que esta no céu, que faz com que seu sol nasça sobre bons e maus.
Agora as pessoas vão te odiar se você trilhar o caminho do Pai, e eles vão pensar de você o mesmo que pensam de Jesus. Eles acharam que você é mau, um arruaceiro, um perturbador, quando na verdade você estará apenas testemunhando contra as suas obras que são más.

 12.E o mal físico; existe realmente um mal que não seja moral? O mal real é moral e espiritual. Toda a catástrofe, e sofrimento humano ou até mesmo o sofrimento da natureza e dos animais são consequências do pecado. O homem foi colocado por Deus como regente e responsável não somente pelos seus descendentes, mas, até mesmo por toda a criação na esfera material. Quando o homem pecou ele sujeitou não só a si mesmo, mas, a toda a natureza a corrupção, a morte. E isso durará até que Deus através de Jesus restaure a tudo.( Romanos 8.19-23).

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...