TRADUTOR

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Palavra importante 20: Misericórdia

" Vão aprender o que significa isto: ‘Desejo
misericórdia, não sacrifícios’. Pois eu não vim chamar justos, mas pecadores".
Se vocês soubessem o que significam estas palavras: ‘Desejo misericórdia, não sacrifícios’, não teriam condenado inocentes. (Mateus 9.13/12.7)

Uma coisa certa na humanidade é a sua prontidão, para julgar e executar a sentença de julgamentos. Os homens estão prontos a condenar, a dizerem o querem e o que não querem, a odiar e a explodirem, a matar e a ferir. Mas, não estão dispostos a terem misericórdia.
Já ouvi muito aquela frase: "Quem perdoa é Deus". Todos precisamos do perdão de Deus, mas, precisamos também perdoar. Deus condiciona o seu perdão a nós, ao nosso perdão ao próximo(Mateus 6.12,14,15/18.23-35).
Misericórdia é uma palavra muito importante no cristianismo, pois ela mostra a qualidade do perdão de Deus ao homem arrependido. Por um lado está o miserável homem, e por outro lado está o amoroso Deus, pronto a estender a mão aquele que reconhece o seu estado de miséria espiritual, e que necessita do perdão, da misericórdia e da graça do Altíssimo.
A misericórdia coloca Deus no lugar d'Ele, de soberano, e nós no nosso lugar, de súditos totalmentes a sua mercê, subjugados e indignos de qualquer ato de bondade da parte de Deus. Ela faz-nos enchergarmos a realidade nossa.
Pense o seguinte, você é uma pequena e frágil flor, nas mãos de um jardineiro. Estas plantada por ele num pequeno vaso, não sabes o que vai acontecer ou o que ele vai fazer com você, nem tens poder algum, para fazer nada sobre o que esta acontecendo ou vai acontecer. Até o exato momento tem cuidado muito bem de você, com tudo o que você precisa. Mas, você não é uma planta frutífera, e a sua flor e folhagem não são as das mais belas, não tens também nada para o oferecer, ou o motivar a continuar a oferecer te o seu cuidado. Incapacitada, impossibilitada e ineficiente diante d'Ele. Não podes esperar nada de bom ou ruim, só podes estar, não há uma esperança concreta, pois não conheces a alma do jardineiro para saber o seu passo seguinte. Todavia estas ali a sua mercê, à sua disposição. Ele pode mudar de conduta de uma hora pra outra, você não sabes disso, não está em seu poder saber. Ele pode vir a te arrancar do seu vaso e jogar no fogo. Mesmo que queiras ou possas o questionar, ou se revoltar contra ele, porém nada podes fazer para mudar aquilo que ele intenta fazer. Assim sendo a planta cresce, floresce e morre usufruindo da misericórdia e dos cuidados do jardineiro, mas, isso tudo acontece sem a planta saber de nada, nem se quer saber de sua existência. Diferente dela, nós sabemos e todos os dias desfrutamos a sua misericórdia. E Ele nos estimula a sermos também misericordiosos para com o nosso próximo.
As pessoas dizem que não devemos julgar, todavia não estão dispostas a perdoar. Isso é uma contradição muito comum neste mundo em que vivemos, dizem não querer ser Deus, mas, se colocam no lugar d'Ele a todo o tempo.
Se queremos estar no lugar de Deus para julgar e executar a sentença, porque então não exercemos a nossa misericórdia, quando ela está em nosso poder, para fazermos com o nosso próximo?
Fiquei admirado, quando um pai disse em entrevista que esperava que o aassassino de seu filho viesse a conhecer Jesus e reconhecê lo em sua vida.
Será que estamos prontos a exercemos a misericórdia para com os nossos ofensores, como bem diz a "oração do Pai Nosso"?
Se não estamos, então porque os julgamos? Se perdoar é para Deus somente, porque então queremos julgar e condenar? Todavia Thiago diz, que quem é misericordioso triunfa sobre o juízo (Tiago 2.13), e Jesus o Nosso Senhor, espera que sejamos misericordiosos.
Ele espera que sigamos os seus passos. Ele disse; " enquanto estou no mundo sou a luz do mundo ", e Ele disse para nós, " voz sois a luz do mundo " ( Mateus 5.14,16/João 9.5). Nós temos a clareza, a orientação e a inspiração do Altíssimo, para exercemos e transmitirmos a sua misericórdia ao mundo. A todos aqueles que precisam. A misericórdia é estensiva a todos, mas, muitos estão como a flor, recebem a misericórdia durante toda a vida sem ter consciência disso. Aquele que recebe a Jesus como Salvador, passa a ter consciência disso, e é por conseqüência obrigado a transmitir ao mundo a palavra de salvação e a ter misericórdia das pessoas, mesmo aquelas que não receberem a salvação.Quem sabe se com a tua postura misericordiosa possas leva-lo a Jesus? Pois Deus faz com que o seu sol nasça sobre justos e injustos... ( Mateus 5.45).

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...