TRADUTOR

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Palavra importante 23: Disposição

Disposição não é uma palavra que se encontra em abundância nas Escrituras, ou em tratados teológicos, embora podemos extrair está ideia de Gênesis a Apocalipse, e de toda a obra teologica sincera e ortodoxa. Disposição diz da sinceridade da vontade, do coração das pessoas, no querer real, desimpedido e insistente de alguém para a realização de qualquer coisa, e até mesmo de seu comprometimento com Deus é seu Reino.
Quando falo de disposição, penso nas pessoas que fazem e não nas que dizem. De certo as pessoas que dizem também são dispostas a falarem, mas, não a viverem.
Assim está é uma palavra muito importante no cristianismo, uma vez que como Paulo diz; " o Reino de Deus não consiste em palavras, mas, em virtudes "(   1 Coríntios 4.20 ), em poder. Ou seja, em algo realizador, e não em algo idealizador, fantasioso e fictício.
Jesus conta uma parábola que ilustra bem o que digo, e já faz bem um tempo que não ouço alguém pregar sobre ela. De que o pai de família chegou para os seus dois filhos e nem mabdou-lhes trabalhar na sua vinha. Mas o primeiro disse que não ia e o segundo falou que ia. Mas o primeiro se arrependeu e foi, e o segundo que disse que ia não foi. Logo quem fez a vontade de seu pai?
Quem fez a vontade de seu pai, foi aquele que mesmo dizendo não querer, todavia submeteu o seu coração a vontade do Pai. Quanto ao outro quiz agradar ao Pai com palavras, mas, não foi sincero para fazer vale-los(   Mateus 21.28-31 ). Assim a disposição sincera no Reino de Deus, aliada a fé de todo o coração, é que se apropria do poder que Deus lhe dispõe, e realiza a obra de Deus e o agrada.
Não são os discursos, nem as promessas, nem os propósitos de final de ano ou início de mês ou semana. Mas, é um coração disposto, inclinado para com Jesus.
" Eu amo aos que me amam e os que de madrugada me buscam, me acharam"( Provérbios 8.17  ).E porque poucos se dispõem quando é tão necessário?
Porque para se dispor a fazer a vontade de Deus, primeiro precisa crer de todo o coração, precisa se abnegar( ou seja, negar-se a si mesmo), precisa amar a causa de Deus, mais do que a nós mesmo, precisa romper consigo mesmo, romper com os espinhos( ambições e cuidados da vida, sedução e engano das riquezas), romper com as pedras ( com as resistências a Palavra de Deus no coração, e opiniões teológicas particulares) e crer de todo o coração; por que do contrário não conseguiras e não irás se dispor verdadeiramente.
É por não conseguirem se dispõem, a saírem da zona de conforto, muitos, são apenas críticos, assentados em rodas como nos mostra o Salmo 1.1. Eles são ímpios, conselheiros ímpios. Porque em sua indisposição, o seu comportamento é ímpio por desprezar aquilo, ou aquela disposição sincera que Deus exige em seu mandamento. "Amar a Deus, de todo o coração, entendimento, forças..." ( Marcos 12.30).
Nisto nesta falta desta disposição exigida por Deus em seu mandamento, está a impiedade dos mesmos.

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Ponto a considerar 13: " O Reino de Deus, não consiste em palavras... "

1 Coríntios: 4. 20. Porque o reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder. - Bíblia JFA Offline
Já tenho lido muitos livros, ouvido muitos hinos e músicas cristãs, tenho escutado inúmeras pregações e exposições da palavra de Deus. E já faz um tempo também que tenho andado fastigado, às vezes com o povo, as vezes com os pregadores. Não posso dizer, que dos que tenho ouvido, sejam pregadores de bajulação, muitos até possuem mensagens poderosas. Mas, o meu cansaso, está na apatia e indiferença do povo diante das pregações, e da parte dos pregadores é de contentar com a aparente aceitação. Mas, aí você me diz, mas, irmão nosso compromisso é apenas pregar, e o resto é com Deus. É eu pergunto se você podesse ver o inferno que os aguarda, sentir em sua carne a aflição e o fim o qual lhes espera, será que não farias algo mais? Quando Jesus entrou no templo, porque será que Ele não se contentou em chamar os cambistas de ladrões? Porque será que "Ele fez um chicote de cordas e expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois; espalhou as moedas dos cambistas e virou as suas mesas"?( João  2:14-17)
Porque não é suficiente falar. Se Jesus apenas, os chamasse de ladrões, Ele os estava apenas chingando, suas palavras não teria peso edificador, e sim ofensivo. Você não esta apenas chingando? Era necessário uma atitude que os acordasse para a realidade daquelas palavras.  Não diga uma palavra se quer, se ela não produzir vida. Porque as suas palavras precisam ser acompanhadas de ações, de uma conduta a autura daquilo que você prega, precisa estar em correspondência a Palavra de Deus. Se você prega arrependimento, volta ao primeiro amor, precisas instar com a igreja, com aqueles que te ouvem, que se arrependam. Que tomem uma postura diante da Palavra de Deus, que reajam, que saltem para fora do carro desgovernado, antes que ele caia no precipício. Que não se contentem em ouvir e se emocionar, e falar em línguas, chorar, mas, aborrecer a Deus com lágrimas profanas. Eles precisam tomar uma atitude firme em concordância com a Palavra de Deus, eles precisam decidir crer pelo resgate de suas almas. Eles precisam ter Cristo gerado em seus corações, eles precisam enchergar a realidade do caminho em que estão trilhando. E saber, que não é Jesus que eles estão trilhando, mas, é o caminho do inferno. Eles precisam vir realmente para Jesus.
O Reino de Deus, consiste em poder.Poder pra que? Para realizar tudo aquilo que falamos, tudo aquilo que pregamos em nome de Jesus. De gente que fala  de mais o mundo está cheio, e o inferno também. Paulo estava declarando está verdade a um grupo de homens exaltados e faladores, e ele disse. "Olha, eu quero conhecer agora é o poder de vocês, porque as suas palavras eu já conheço".
Mas, eu faço uso destas mesmas palavras não a falsos, mas, a irmãos em Cristo, porque já muito temos falado, mas, parece que a própria indiferença da igreja nos tem acometido. Falamos de amor e não amamos, de ajudar e não ajudamos, contra o pecado e pecamos por omissão, não de falar, mas, de tomar uma atitude como Jesus fez a altura de nossas palavras.

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...