TRADUTOR

domingo, 11 de junho de 2017

Série Creio 9: No batismo com o Espírito Santo

9. No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (Atos 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7).

Atos dos Apóstolos: 1. 5. Porque, na verdade, João batizou em água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo, dentro de poucos dias. - Bíblia JFA Offline
Atos dos Apóstolos: 2. 4. E todos ficaram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem. - Bíblia JFA Offline

* Há duas visões sobre o batismo com o Espírito Santo, uma sessacionista que crer que o batismo com o Espírito Santo ainda ocorre, mas, que os dons tais como se manifestavam na era apostólica já cessaram, que não há necessidade da busca, pois o derramamento como em Atos foi para ocasiões específicas e especiais para a confirmação.
Aqui vai um trecho, da apostila de Pneumatologia, da escola"Universidade da Bíblia", que é a conclusão sobre este assunto:

Concluindo poderíamos resumir alguns dos pontos citados nesta lição e também poderíamos declarar algumas das deduções que podem ser tiradas destes pontos. 
1. O batismo com o Espírito foi o derramamento do Espírito sobre vários povos. 
2. A dispensação do Espírito foi possível devido o trabalho que Cristo concluiu. Realmente foi Cristo quem fez o batismo (Atos 2:33). 
3. O batismo não foi dado diariamente aos indivíduos, mas a um grupo distinto, em um momento distinto. 
4. Uma vez terminada esta experiência não se repetiu porque a vinda do Espírito a qualquer grupo era permanente. Os sinais que cercaram o batismo em particular foram suficientes para dar credito a aquele grupo definitivamente (Atos 11:15-18). O autor nunca buscaria por exemplo ser batizado com o Espírito porque os Gentios receberam isto há mais de mil e novecentos anos, como está registrado em Atos, capítulo 10. Isso foi atestado suficientemente através de Sinais naquele momento. 
5. Ninguém buscou esta experiência e também não foram estimulados a buscar. O batismo foi dado por Deus em seu tempo. (Veja nos capítulos 8 e 10 de Atos )

* Já outro grupo crê no batismo com o Espírito Santo com evidência inicial o falar em línguas extranhas e na atualidade dos dons espirituais.
Veja trecho tirado da "Teologia Sistemática Pentecostal).

O que é o batismo com o Espírito. É um revestimento e derramamento de poder do Alto, com a evidência física inicial de línguas estranhas, conforme o Espírito Santo concede, pela instrumentalidade do Senhor Jesus, para o ingresso do crente numa vida de mais profunda adoração e eficiente serviço para Deus (Lc 24.49; At 1.8;10.46.1 Co 14.15,26).

Logo nós da Assembléia de Deus, cremos ou somos do segundo grupo. O que crer que estás bênçãos são para hoje. Uma vez que está realidade e necessidade nunca mudou, toda cristandade sempre precisou de ver, e ter a atuação do Espírito Santo com poder, para tornar dinâmico e cristalino a mensagem do evangelho. Coisa essa que devido ao nosso descuido, temos deixado mesmo do ciclo pentecostal se apagar, vindo com isso Evangelho mais, superticioso e místico do que pentecostal. Pois sem este fogo, e fulgor do Espírito Santo, a tendência é ou dizer que foi só para o passado, ou se atirar a invencionices prejudiciais numa busca inrrefletida. Não é assim, o dom do Espírito Santo como uma bijouteria que se busca em qualquer esquina. Mas, é uma jóia que precisa ser garimpada.
É sim para todos os que crêem e buscam, mas, Ele é santo e não se mistura com fogo extranho. Por isso o pentecostalismo se distingue do neo-pentecostalismo, pois o Pentecostalismo é zeloso pela doutrina bíblica, já o neo-pentecostalismo sua doutrina é extra-biblica e sincretista.
Há experiência pentecostal, mostrou ao protestantismo histórico que suas argumentações sessacionista estão erradas e equivocadas, com isso surgiu dentro dos mesmo um racha dividindo aqueles que não queriam dar o braço a torcer, daqueles que abraçaram a ideia, com isso entre o protestantismo histórico temos aqueles que se denominam carismáticos( pois devido ao preconceito e críticas aos pentecostais, não quiseram assumir o nome) e os tradicionais que retém a interpretação antiga sobre o batismo com o Espírito Santo e os dons do Espírito Santo, claro que agora com argumentos atualizados tais como os do trecho copiado acima.
Deus abençoe a todos!

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...