TRADUTOR

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Série pecados 9: Palavra torpe


Efésios: 4. 29. Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que seja boa para a necessária edificação, a fim de que ministre graça aos que a ouvem. - Bíblia JFA Offline
A palavra torpe é aquela palavra de baixo calão, com sentidos e intenções imputada, seja no sentido sexual, ou impuro em outro qualquer sentido maligno. Mesmo uma palavra não propriamente em seu significado interno ou próprio impuro ou maligno, quando dita com a intenção de denegrir alguém, de ofender alguém, de machucar emocionalmente e psicologicamente alguém, no sentido de chingamento, de blasfêmia e ofensa ela se torna torpe.
Pessoas que se acostumando a este linguajar ou por viver em ambientes onde é corriqueiro este linguajar se deixando assim se influênciar, diz palavras assim com muita naturalidade, mesmo não sendo com a intenção de chingamento. Dizem por alegria, por frustração, por prazer ou por angústia, até mesmo nas saudações a pessoas queridas, expressão a todo o momento palavras vulgares.
A palavra torpe são palavras que mesmo não sendo um chingamento insinuam em suas entrelinhas idéias de condutas vergonhosa, sensuais, nojentas; estimulam ou induzem a pensamentos malignos, sensuais, pornográficos, violentos; estimulam ou induzem a imaginação malignas, sensuais, pornograficas, violentas, nojentas.
É um dos pecados da boca, é uma das faíscas deste pequeno fogo que a um tão grande bosque incendeia( Tiago 3.5). Porque a palavra mal falada, e a que denigre uma pessoa é causa de mortes, irás, contendas e divisões tanto no mundo, quanto no seio do próprio cristianismo.
*" Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe..." Estas palavras não só procedem de uma mente contaminada, destruída, mas, também contaminam aqueles que se deixam influenciar por elas. São oriundas também, não de forma geral, mas, em sua maioria de pessoas acostumadas a uma classe de pecados, inseridas, imersas no submundo criado por esta classe de pecados, de tal forma a ter seus raciocínios e lógicas moldados e desenvolvidos em cima das diretrizes destes pecados; de igual modo desenvolvem uma linguagem própria que reflete a realidade que vivem e expressam o que há em abundância em seus corações (Mateus 12.34).
Está é uma recomendação do apóstolo, que os nossos lábios são santos, e devem refletir o nosso novo viver em Cristo. Ressalto que não devemos confundir palavra torpe com gíria, gíria é um dialeto tribal ou de grupos sociais ou mesmo de modismo de uma época. Destes grupos sociais, podemos variar entre góticos, rockeiros, funkeiros, sambistas e outros de estilo ou oriundos de estilos musicais. De tem gíria também no meio cristão, ou oriundas de cristãos, nos meios tradicionais, históricos, pentecostais, carismáticos, neo-pentecostais. É há aquelas que são modismos que surgem divulgados pela mídia, ou por pessoas de destaque. Embora as palavras torpes sejam em grande maioria gíria, a gíria não é palavra torpe e sim uma palavra informal e passageira. Aqui vai em anexo em itálico a definição de gíria:
GÍRIA
Linguagem informal com vocabulário rico em expressões metafóricas, jocosas, elípticas e mais efêmeras(passageiras) as da língua tradicional.
2. sling dialeto us. por determinado grupo social [Seu processo de formação inclui acréscimo de sons ou sílabas, uso de certos códigos etc.].
3.sling linguagem de marginais, difícil de ser compreendida por outras classes sociais, e que costuma funcionar como mecanismo de coesão tribal [A gíria, a princípio linguagem de marginais, estendeu-se a outros grupos sociais.]. "g. dos malandros"
4.p.ext. linguajar rude; calão.
5. sling linguagem própria daqueles que desempenham a mesma profissão, arte etc.; jargão.  "a g. dos economistas"
* "...mas, só a que seja boa, para a necessaria edificação,"
Edificar é construir, levantar um edifício, na aplicação do texto, são palavras que contribuem para o enriquecimento espiritual, moral, para a melhora da estima, para orientar as pessoas para a vida, para a paz, a comunhão com Deus, para o amor e toda a sorte de coisas boas.
Palavras edificantes são o oposto das palavras torpes, pois não destroem, não denigre, não contaminam. Pelo contrário são poderosas em Deus, para restauração daquilo que foi destruído, são edificantes de coisas boas e novas na vida daqueles que as expressam assim como daqueles que as recebem, são purificadoras de almas, assim como bálsamo para corações feridos.
* "... a fim de que ministre graça aos que a ouvem. "
Você pode ver como é maravilhoso ter um linguajar são, donde flui palavras de vida e que beneficiam aqueles que as colhemos. O apóstolo diz aqui que são ministrações de graça sobre a vida dos que te ouvem.
Deus vos abençoe!

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...