TRADUTOR

domingo, 26 de novembro de 2017

Conversão a Jesus.

Antes de procurar promover a conversão dos outros, certifique-se primeiro de que você está convertido a Jesus, para não acontecer de converteres outros a outro alguém que não seja Jesus. Pois antes das pessoas serem discípulas de Jesus, elas são discípulas de você, e se você não é convertido ao Mestre, se você não aprende d'Ele, então o que você ensina não vêm dele e as pessoas por você convertidas não são convertidas a Jesus.
Como saber se sou convertido a Jesus, ou se estou enganado?
*Certifique-se de toda a sua vida estar em Jesus.
Isso não significa você estar num estado initerrupto de adoração, oração, estar sentindo a sua presença. Isso é algo que nos é impossível, mas, também desnecessário. Mas, estar em Cristo não é o que fazemos ou sentimos, mas, é simplismente estarmos ou residirmos na sua vontade, no seu coração. Isso é estarmos em comunhão com Ele, por isso não carece de um fazer frenético, mas, sim de um concordar com seu coração, ou de você submeter-se e a tudo o que é teu, ou prevem de ti, ou pertence a ti a Ele, a vontade de Jesus.
Ele é o caminho...
Ele é a verdade...
Ele é a vida...
Você está n'Ele e as palavras d'Ele estão em você ( Ele encontra lugar em você, as Palavras d'Ele encontram lugar em ti?).
João 15: 3. Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado. 4. Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim. 7. Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito.

* Certifique-se de estar consagrado ao mesmo caminho que Ele ( João 3.16)
Você daria a sua vida por Ele? Qual é o grande mandamento? Você ama o seu próximo como a si mesmo? Se você diz sim a todas estás perguntas, há verdade em todas estás confições?
Deuteronômio: 6. 5. Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças.
2 Coríntios: 5. 14. Pois o amor de Cristo nos constrange, porque julgamos assim: se um morreu por todos, logo todos morreram; 15. e Ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. -

* Certifique-se de estar observando as suas palavras.
João: 8. 31. Dizia, pois, Jesus aos judeus que nele creram: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos; 32. e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. -
Comece pelo evangelho pelo ensinamento ali contido, pois há muitos ensinamentos e palavras de forma que está orientação parece vaga. Mas, quando Jesus fala aqui, ele é específico ao seu ensinamento nos evangelhos. Depois observe os escritos apostólicos, pois os tais são desenvolvidos encima dos ensinamentos de Jesus, ou seja, tem o evangelho como base.
O Primeiro Testamento (Antigo Testamento), revela a pessoa de Cristo, e muito do que se lê no Novo Testamento, se é entendido quando o lemos. Mas, a minha ênfase aqui nesta reflexão é sobre as específicas palavras de Jesus. Específicas, porque são específicas, são diretas para a igreja, para todo aquele que n'Ele crer. São toda a sua doutrina escrita nos evangelhos.

* Certifique-se de estar dando frutos.
João 15: 4. Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim. 5. Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. 7. Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito. 8. Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos. 16. Vós não me escolhestes a mim mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda. 17. Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros. -
Gálatas 5: 22. Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. 23. a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei. 25. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito. -
Na ilustração de uma  árvore, Jesus é o tronco, nós os seus galhos e o Espírito Santo é a seiva. A seiva é o sangue das árvores, é ela que leva os nutrientes até os galhos, através da raiz o tronco capita a água e os nutrientes do solo, e a seiva sai do tronco levando estes nutrientes até os galhos. Sem a seiva os galhos murcham, secam e morrem, sem a seiva eles não dão frutos. Da mesma forma sem o Espírito Santo não temos condições de frutificar, Ele é o Espírito de Vida que procede de Deus,  Ele também é chamado de Espírito de Cristo. Assim como os galhos não podem receber da seiva da árvore se não estiver ligado ao seu tronco, de igual modo não podemos receber deste Espírito, se não estivermos em Jesus.

* E certifique-se de receber em seu espírito, o testemunho do Espírito Santo de que és filho de Deus.
Romanos 8: 15. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes com temor, mas recebestes o espírito de adoção, pelo qual clamamos: Aba, Pai! 16. O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus; 17. e, se filhos, também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.
John Wesley, em seu primeiro sermão sobre "O testemunho do Espírito", diz:
Mas o que é este testemunho do Espírito de Deus, que está adicionado, e unido a isto? Como ele 'testemunha com nosso espírito que nós somos filhos de Deus?'. É difícil encontrar palavras, na linguagem dos homens para explicar 'a profundidade das coisas de Deus'. De fato, ninguém irá expressar adequadamente o que os filhos de Deus experimentam. Mas, talvez, alguém possa dizer (desejando que seja alguém, ensinado por Deus, para corrigir, suavizar ou fortalecer a expressão):'O testemunho do Espírito é uma impressão interior da alma, por meio da qual o Espírito de Deus testemunha diretamente ao meu espírito, que eu sou um filho de Deus; que Jesus Cristo tem amado a mim, e dada a si mesmo por mim; e que todos os meus pecados estão apagados, e eu, até mesmo eu, estou reconciliado para Deus. 

Aqui falamos do testemunho do Espírito Santo a nós mesmos, ou seja no nosso espírito, e não do testemunho do Espírito Santo através de nós, que é o fruto do Espírito, conforme Gálatas 5.22. Isso é uma certeza que parte da sua real comunhão com Deus, estabelecida através de sua reconciliação com o mesmo por meio de Cristo Jesus. Essa certeza é dada a você pelo Espírito Santo, que agora em ti habita, sendo o mesmo o penhor santo de Deus. Que estabelece ou firma a garantia de que és salvo, e enquanto o retiverdes em si permanecerás garantido, assegurado desta certeza.
2 Coríntios 5: 1. Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus. 2. Pois neste tabernáculo nós gememos, desejando muito ser revestidos da nossa habitação que é do céu, 3. se é que, estando vestidos, não formos achados nus. 4. Porque, na verdade, nós, os que estamos neste tabernáculo, gememos oprimidos, porque não queremos ser despidos, mas sim revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida. 5. Ora, quem para isto mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu como penhor o Espírito.

Logo concluo, que uma pessoa realmente convertida a Jesus seja assim, ela está em Jesus e as palavras de Jesus estão nela, ela se consagra ao mesmo caminho que Jesus, está observando as suas palavras, está dando frutos e tem em si o testemunho do Espírito Santo. Se estás ciente desta realidade, e que está é a sua realidade então a partir de então estarás apto a procura a conversão de outros a Jesus, pois não estarás enganado quanto ao caminho.

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...