TRADUTOR

terça-feira, 17 de julho de 2018

Série pecados 10: Murmuração


1 Coríntios 10: 10. E não murmureis, como
alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor.

murmuração

substantivo feminino
ato ou efeito de murmurar; murmúrio.
rumor infundado; boato, falatório.
falatório depreciativo; detração, maledicência.


Este é mais um dos muitos pecados da língua, estes dos quais o Apóstolo Tiago, nos informa que se alguém conseguir controlar a sua língua evitando os tropessos este e varão perfeito(Tiago 3.2  ). Mentira, maledicência, palavras torpe, conversas trivulas, blasfêmia, e outros iguais...

A Murmuração aqui não é um falar baixinho pelos cantos tal como a palavra em si insinua, mas, aqui é uma maledicência, um reclamar, um queixar-se pelos cantos as vezes em murmúrio mesmo, as vezes alto, falar mal queixando, desmerecendo às escondidas. Maldizer pelas costas.
Aqui um dos significados que é"rumor infundado" cai bem, pois se trata de uma maledicência sem bases justas, sem bases significativas. Ou seja, sem fundamentos, são rumores, conversas, fofocas que se forem aferidas não subsistem, não prevalecem.

Foi o caso de Miriã e Aarão, não que eles não tivessem base ou argumento verdadeiro para falarem. Pois pela lei, Moisés não deveria ter mulher extrangeira( Números 12.1 a 16 ). Mas embora Zipora fosse estrangeira, mas, sendo do povo de Midiã ela era da mesma linhagem de Moises, era também descendente de Abraão. Alguém também poderia dizer que não era Zipora, mas, outra mulher, mas, este fato vem a  ocorrer  depois do retorno de Jetro a Midiã, o qual retorna sem sua filha a qual ele a havia deixado com seu marido ( Êxodo 18.1-6,27). Há um debate devido o texto dizer que era uma mulher cuxita, por isso alguns afirmam não se tratar de Zipora, outros vão além dizendo que Moisés havia divorciado de Zipora e casado com a mulher cuxita. Mas entendo que se trata da mesma pessoa, e o bom relacionamento demonstrado na Bíblia de Jetro com Moisés, discarta a possibilidade de Moisés ter divorciado de Zipora.
Mas o testemunho de Moisés vinha do próprio Deus, não fora ele que se escolherá e voluntariamente havia se tornado líder de Israel, mas, foi Deus quem o havia enviado. Entendo no entanto, que os irmãos de Moisés possivelmente não conheciam a sua esposa, ou não sabiam que ele era casado. E quando ficaram sabendo, reprovaram por não ser a mesma israelita. Mas o rumor deles tinha fundamento mesmo?
Vamos averiguar o texto sagrado. Primeiro leremos a proibição de casar com pessoas que não são israelita.
"Êxodo 34: 10. Então disse o Senhor: Eis que eu faço um pacto; farei diante de todo o teu povo maravilhas quais nunca foram feitas em toda a terra, nem dentro de nação alguma; e todo este povo, no meio do qual estás, verá a obra do Senhor; porque coisa terrível é o que faço contigo. 11. Guarda o que eu te ordeno hoje: eis que eu lançarei fora de diante de ti os amorreus, os cananeus, os heteus, os perizeus, os heveus e os jebuseus. 12. Guarda-te de fazeres pacto com os habitantes da terra em que hás de entrar, para que isso não seja por laço no meio de ti. 13. Mas os seus altares derrubareis, e as suas colunas quebrareis, e os seus aserins cortareis 14. (porque não adorarás a nenhum outro deus; pois o Senhor, cujo nome é Zeloso, é Deus zeloso), 15. para que não faças pacto com os habitantes da terra, a fim de que quando se prostituirem após os seus deuses, e sacrificarem aos seus deuses, tu não sejas convidado por eles, e não comas do seu sacrifício; 16. e não tomes mulheres das suas filhas para os teus filhos, para que quando suas filhas se prostituírem após os seus deuses, não façam que também teus filhos se prostituam após os seus deuses. 17. Não farás para ti deuses de fundição. "
"Deuteronômio 7: 1. Quando o Senhor teu Deus te houver introduzido na terra a que vais a fim de possuí-la, e tiver lançado fora de diante de ti muitas nações, a saber, os heteus, os girgaseus, os amorreus, os cananeus, os perizeus, os heveus e os jebuseus, sete nações mais numerosas e mais poderosas do que tu; 2. e quando o Senhor teu Deus as tiver entregue, e as ferires, totalmente as destruirás; não farás com elas pacto algum, nem terás piedade delas; 3. não contrairás com elas matrimônios; não darás tuas filhas a seus filhos, e não tomarás suas filhas para teus filhos; 4. pois fariam teus filhos desviarem-se de mim, para servirem a outros deuses; e a ira do Senhor se acenderia contra vós, e depressa vos consumiria. 5. Mas assim lhes fareis: Derrubareis os seus altares, quebrareis as suas colunas, cortareis os seus aserins, e queimareis a fogo as suas imagens esculpidas. 6. Porque tu és povo santo ao Senhor teu Deus; o Senhor teu Deus te escolheu, a fim de lhe seres o seu próprio povo, acima de todos os povos que há sobre a terra. - Bíblia JFA Offline"
Note que o texto bíblico não se refere a qualquer nação, mas, daquelas as quais Deus, extirparia do meio deles. Embora um judeu possa aplicar este texto de uma forma generalizada, todavia não é isso o que o texto diz.
Logo Moisés não estava errado, havia também o fato da lei ter sido promulgada depois muito tempo depois do casamento de Moisés com Zipora. No entanto mesmo tendo a lei como base a postura de Arão e Miriam não se justificava e não poderia passar impune uma vez que a murmuração contra um líder ataca contra sua integridade, autoridade, honra, sua imagem, dignidade. Israel estava num momento muito delicado de sua história era o início e a construção de sua identidade como nação. Atacar a Moisés era desestabilizar tudo aquilo que Deus estava a fazer e construir em Israel. Se Moisés não pudesse ser confiável as escrituras do pentateuco também não se mostrariam confiáveis como a Palavra de Deus. Por muitas vezes o povo de Israel falaram contra Moisés, questionaram a sua autoridade e até mesmo o seu chamado(Números 11/14.2/16 e 17/21.5)
Resumindo embora Zipora não fosse israelita ela era decente de Ismael filho de Abraão. Abraão este que também é pai de Isaque,  e avô de Israel. Não era descendente dos povos aos quais Deus dissera conforme os textos acima com os quais Israel não deveria fazer aliança, mas, deveria destruir e tomar a sua terra. E por fim o mais importante, Deus é quem havia comicionado a Moisés, e o próprio Deus não havia exigido que Moisés a deixasse, nem o havia reprovado, nem havia considerado da mesma forma como Miriam e Aarão o fizeram.

Agora como iniqüidade sabemos que a murmuração e direcionada contra alguém. E contra a imagem de alguém, é um falar sem sentido um reclamar, muita das vezes a pessoa fala habitualmente, ou movido por inveja, ou algum ressentimento. Estes ataques a imagem e reputação de um líder visam minar a sua autoridade, desmerecer a sua posição. Então a integridade, a dignidade, a reputação ou seja tudo que está relacionado a imagem e autoridade do mesmo é atacado. É uma postura covarde, de quem não podendo atingir alguém diretamente, então se põe a fazê-lo de forma indireta.

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...