Paz..." se possivel".

 

Romanos 12:17,18 "Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens; se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens;"

O texto é bem claro, não é eles terem paz com a gente, é a gente ter paz com eles. Ou seja, precisamos fazer um empenho, dentro das nossas capacidades e permissões, para vivermos em paz com os homens. No entanto esta paz não implica, abstermos de testificarmos de Nosso Senhor, pois também temos a obrigação de não apenas termos paz, mas, de levarmos a paz ou de por meio do evangelho reconciliarmos os homens com Deus(Romanos 5.1).

 Por isso também acrescentei, que este "se possivel ter a paz", com todos os homens diz também de nossas permissões, pois nem sempre esta paz será possível, quando a nossa fé, e a nossa doutrina e mensagem estiver em jogo. Os cristãos são pessoas pacíficas, mas, não passivas, nem pacifistas, pois não podemos abrir mão de nossos princípios e valores em nome da paz, porque a paz sem estes princípios não é paz. Pois o homem que está em guerra contra Deus não está em paz, então é se possivel, por que nem sempre será possível. Não dá para estar em paz com aqueles que transtornam a verdade, com aqueles que promovem a injustiça. Logo é por sinal incompreensível numa comunidade a igreja e o crime, o tráfico conviverem em harmonia.

Qual a diferença entre, pacífico, pacificador e pacifistas? O pacífico é aquele que não procura a guerra, o pacificador é aquele que promove a paz, e o pacifista é aquele tem a atitude covarde de abrir mão de tudo para estar socegado. Somos pacificos e pacificadores, mas, de modo algum podemos ser pacifistas, pois se estamos com Cristo a nossa salvação e a salvação daqueles aos quais Jesus nos confiou é o mais importante. Logo não é admissível um lugar onde o evangelho não incomode o mal e não produza salvação, e mudanças grandes. Um prefeito cristão deveria trazer e salgar a sua cidade com a boa influência do evangelho e não se envolver em escândalos de desvio de verbas públicas.

Se possível, logo não é sempre, mas, depende de nós.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Transformados

Estudos em PDF

Muletas da fé