Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Geração sem arrependimento!

Imagem
Já foi feita a pergunta: “Quem não erra?” De certo precisamos sermos mais, prontos a perdoar do que a condenar, a incluir do que a excluir, pois é mais fácil lançar um pecador no inferno do que resgatá-lo para o céu. Agora resta-nos fazer mais uma pergunta. Se certo é que todos erramos, então quem está arrependendo, ou arrependido de seu erro?João o Batista, foi muito feliz em sua colocação quando disse aos que vinham até ele procurando fazer parte daqueles que eram por ele batizados. “Produzi, pois frutos dignos de arrependimento” e também disse, “o machado já está posto a raiz das arvores, e toda arvore que não der bom fruto será cortada e lançada ao fogo” (Mateus 3.7-10). Não vivemos numa geração de pessoas arrependidas, pelo contrário nem se prega genuinamente o arrependimento. É claro sabemos que há duas tristezas uma segundo Deus, ou seja, proveniente d'Ele, e outra segundo o mundo, ou seja, proveniente do maligno. A primeira vem com sentimento e consciência de culpa a

Serie pecados. 1ºMentira

Imagem
Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos , a sua parte será no lago que arde com fogo em enxofre, o que é a segunda morte. Apocalipse 21.8 Mentir como verbo é o mesmo que falsificar a verdade e ou mesmo distorcê-la, mentir como adjetivo(qualidade) é a natureza de algo que é falso.Portanto não se pode mentir usando algo que seja verdadeiro, pois a mentira até na sua natureza ela é falsa. Visto por esses dois ângulos podemos considerar a mentira, no âmbito da crença naquilo que é falso, naquilo que não é, mas, aparenta ser verdadeiro; e podemos considerar a mentira no âmbito intenção, ou seja, quando alguém distorce a verdade, ou inventa algo com o intuito de falsificar a verdade. O mentiroso pratica a omissão , depois a distorção (ou seja, ele corrompe um fato ou uma realidade tirando-o de seu ideológica, e ou introduzindo algo que não estava em seu contexto) em s