Postagens

Mostrando postagens de 2017

Desunidade cristã

Imagem
2 Timóteo: 4. 3. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, 4. e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas. -
As consequências da desunidade do cristianismo nos dias atuais são sérias, de maneira que não podemos falar de unidade cristã como realidade em nossos dias, sabemos que esse não é um problema novo. E quem afirma que a unidade cristã é uma realidade hoje, está em grande mentira e hipocrisia descarada. Não confundamos união com unidade, somos unidos sim, em torno do nome de Jesus, mas, não somos um. Isso não é uma realidade para ser apenas mística ou espiritual ( embora eu creia que nem neste sentido estejamos vivendo está realidade da qual Jesus falou), mas, sim precisa ser visível e perceptível, lembremos da oração de Jesus (João 17.21)", afim de que sejam um, para que o mundo creia que tu me enviaste". Se não fosse o,…

Conversão a Jesus.

Imagem
Antes de procurar promover a conversão dos outros, certifique-se primeiro de que você está convertido a Jesus, para não acontecer de converteres outros a outro alguém que não seja Jesus. Pois antes das pessoas serem discípulas de Jesus, elas são discípulas de você, e se você não é convertido ao Mestre, se você não aprende d'Ele, então o que você ensina não vêm dele e as pessoas por você convertidas não são convertidas a Jesus.
Como saber se sou convertido a Jesus, ou se estou enganado?
*Certifique-se de toda a sua vida estar em Jesus.
Isso não significa você estar num estado initerrupto de adoração, oração, estar sentindo a sua presença. Isso é algo que nos é impossível, mas, também desnecessário. Mas, estar em Cristo não é o que fazemos ou sentimos, mas, é simplismente estarmos ou residirmos na sua vontade, no seu coração. Isso é estarmos em comunhão com Ele, por isso não carece de um fazer frenético, mas, sim de um concordar com seu coração, ou de você submeter-se e a tudo o qu…

Palavra importante 26: Paz

Imagem
A verdadeira paz interior é uma mistura de fé convicta e boa ( limpa) consciência em Deus( Atos 24.16/1 Timóteo 1.5,19).
Porque? Como assim? Para início, a nossa paz procede ou se origina de uma fonte, a qual é a nossa reconciliação com Deus, após termos sido justificados pela fé em Jesus Cristo, com Deus, conforme Paulo em:
Romanos 5: 1. Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, - Bíblia JFA Offline
A partir de então não estamos mais em rebelião, não somos mais inimigos de Deus, recebemos em nós um Espírito que nos conduz pelo caminho da santificação, operando a mesma em nós por meio de sua ferramenta que é a verdade. A verdade é aquele tipo de ferramenta personalizada, que só na mão certa faz maravilhas, e sim somente na mão do Espírito Santo, também chamado por Jesus, de Espírito da Verdade, é que ela pode ser um agente libertador e transformador. Não existe, "a minha verdade", somente existe "a verdade", a Palavra de De…

Unidade cristã

Imagem
João: 17. 21. para que todos sejam um; assim como tu, ó Pai, és em mim, e eu em ti, que também eles sejam um em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. - Bíblia JFA Offline
A unidade é um tema que hoje tem sido mais subjetivado do que tratado como uma questão de necessidade. Ou quando o veem, o veem apenas no contexto denominacional. O que não é e nunca foi objetivo do mestre a ideia de partido denominacional. Agora no tocante a unidade da igreja local, isso deve ser considerado, mas,em que sentido deve ser considerado? Denominacional ou no contexto de toda a localidade?
Congrego numa cogregação  e no predio ao lado existe outra congregação de outra denominação, fica-me extranho passar e dizer: "A paz do Senhor!" Se eu não poder comungar com os mesmos. Já é uma falha nosso denominacionalismo, quanto mais o exclusivismo que temos nela. Alguns veem uma certa "união" nas igrejas, o que na verdade ainda não consegui ver, embora união não seja unidade, de certo…

Série Creio 13: Juízo Final

Imagem
13. No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15). 
 Juízo Final, onde comparecerão todos os ímpios: desde a Criação até o fim do Milênio; os que morrerem durante o período milenial e os que, ao final desta época, estiverem vivos. E na eternidade de tristeza e tormento para os infiéis e vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis de todos os tempos (Mt 25.46; Is 65.20; Ap 20.11-15; 21.1-4)."Texto tirado do credo atualizado na declaração de fé das Assembleias de Deus"

No antigo credo das Assembleias de Deus, este texto era dividido em tópicos 13 e 14, agora aparte de 2017, formam um tópico só o de número 15, isso porque foram inseridos, mais 3 tópicos e foi mudada a ordem dos tópicos.
O juiz final, é a penúltima realidade dos perdidos, a última será ou virá da sentença lavrada, sobre os mesmos, a qual é o lago de fogo e enxofre. Pelo que depreendemos do texto de Apocalipse 20.11-15, não haverá neste julgamento absolvição alguma, pois neste…

John Wesley: Salvação pela fé

Imagem
Pregação feita na St. Mary´s Oxford  Diante da Universidade  em 18 de Junho de 1738

Pela graça, estão todos salvos pela fé. Eph. 2:8.

Todas as bênçãos as quais Deus tem concedido ao homem são da mera graça dele: generosidade, ou favor; seu livre e, completamente, imerecido favor; homem que não tem nenhuma reivindicação para a menos importante das suas clemências.

Foi pela livre graça que formou o homem do pó do chão, e soprou nele uma alma vivente, e estampou naquela alma a imagem de Deus, e colocou todas as coisas debaixo dos seus pés.

A mesma livre graça continua em nós, até nossos dias: vida, respiração, e todas as coisas. Porque não há nada do que somos, ou temos, ou fazemos, que pode merecer a menor coisa das mãos de Deus. "Todas nossas obras, Tu, Ó Deus, tem forjado em nós". Esses são muito mais exemplos da sua livre clemência: e, mesmo que qualquer retidão possa ser encontrada no homem, esse é também um dom de Deus.  

Que recursos, então, deve um homem pecador expia…

Série Creio 12: Galardão e tesouro no céu

Imagem
12. Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10). 

Haverá então um julgamento de obras, não de vidas. De obras porque serão as obras dos santos, as que eles fizeram enquanto labutaram aqui na vinha do Senhor. Não de vidas, porque não estará em jogo a Salvação daqueles que vão comparecer perante este tribunal, aliais, só os santos e cristãos verdadeiros, só aqueles que nasceram de novo, que perceveram até o fim é que poderão e estarão diante deste tribunal.
Há muitos textos que falam-nos sobre uma recompensa pelo nosso trabalho para o Senhor.
1 Coríntios: 15. 58. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor. 
Mateus: 6. 19. Não ajunteis para vós tesouros na terra; onde a traça e a ferrugem os consomem, e onde os ladrões minam e roubam; 20. mas ajuntai para vós tesouros no céu, onde nem a t…