Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

Na tua luz

Imagem
"Na tua luz veremos a luz"...(Salmo 36.9)

Você conhece este Salmo? Por que andamos tão confusos e desnorteados em nossa vida? Será que temos luz em nós mesmos? Como podemos estar confusos a respeito de nossa identidade, de nossa consciência, de nossa fé, do que seja realmente certo ou errado? Como podemos hoje ter certeza do amor a amanhã não termos mais certeza de nada? Como podemos hoje querer vivermos a cada minuto e amanhã ou mesmo daqui a pouco colocar uma corda no pescoço e desejarmos que tudo o mais vá pro inferno? A verdade é que os homens amaram mais as trevas do que a luz, é muito bom estarmos esclarecidos das coisas, estarmos sempre com a cabeça no lugar, mas, este é um fato que nos persegue, de que desejamos muito mais ignorarmos a verdade e vivermos a ignorância. Temos olhos cheios de trevas, em outras palavras, nas trevas não somos criticados pelos outros e nem mesmo nos criticamos a nós mesmo, não existe um discernimento, logo tudo o que há em nós também é tr…

Finney e o pecado

Imagem
Opinião de Charles Finney sobre como começa e se desenvolve o pecado na vida de todas as pessoas.

"Toda depravação moral(pecado) começa substancialmente do mesmo modo. 1. Os impulsos da sensibilidade(carne) são desenvolvidos de maneira gradual, e depende do desenvolvimento e crescimento físico. 2. Os primeiros atos da vontade obedecem a eles. 3. A gratificação própria(satisfação) é a regra prévia(que vem primeiro) ao desenvolvimento da razão(ou seja antes que a criança comesse a ter discernimento do bem e do mal, já sabe o que é agradável). 4. Não se oferece qualquer resistência à vontade em sua satisfação do apetite até que um hábito de indulgência própria( desculpar-se, não penalizar-se, ou achar que esta certo e que deve ser assim mesmo), encontra já formado. 5. Quando a razão afirma a obrigação moral, encontra a mente num estado de submissão habitual e constante aos impulsos da sensibilidade. 6. As exigências da sensibilidade tornam-se mais despóticas quanto maior o tempo que são …

Por que Deus criou a vida.

Imagem
Em Genesis capítulo 1, dos versos 3 a 10, o Senhor Deus após ter criado a terra em seu estado primitivo, estado este que foi resumido sua descrição no verso 2, dizendo que ela era sem forma e vazia( é claro este vazio pode ser traduzido por deserto), e somente um elemento era revelado a água(que também posso entender aqui, não se tratar apenas de água, mas, todo e qualquer elemento no seu estado líquido, não que o autor do texto esteja dizendo isso, essa é apenas uma presuposição minha).E nos versos de 3 ao 10 vemos claramente o Senhor Deus mudando toda a estrutura da terra e do universo ao redor dela, tornando ela um lugar apto para o desenvolvimento da vida. Ele cria a luz, torna-a distinta das trevas; tira um pouco das águas da terra e cria os céus e os mares, então pela primeira vez, Ele mostra o surgimento dos elementos sólidos com o surgimento da porção seca a qual é classificada como terra.
Após todo este preparo e só após todo este preparo, cuidadoso, através do qual Ele esta…

O provar de Deus é a prova de seu cuidado.

Imagem
O provar de Deus é a prova do seu cuidado, para com seus justos, e o instrumento ou meio pelo qual ele é manifestado. Deus tem cuidado de nós, não vem tentação sobre nós que não seja humana, Ele não nos deixará tentar além de nossas forças, " sabendo que a tribulação produz a paciência"(I Cor 10:13/Rm 5.3). O fato de ser assim mostra o bastante, quando nos permite sermos tentados e atribulados em tudo e que lutas tamanhas venham sobre nós; ensinando-nos a sermos pacientes, perseverantes na fé e na esperança. Revelando e executando o seu cuidado por meio disso tudo, é a prova ou evidencia do seu cuidado, porque quando chegamos lá na frente, após termos passado por tudo, lutas, tribulações e tentações; e olhamos para trás, vemos que se não fosse tudo, não teríamos crescido e desenvolvido na nossa vida com Deus, vemos as provisões de Deus.Vemos que quando pensávamos que íamos cair, mas, estávamos mais do que seguro; e se nesta hora de reflexão estivermos passando por crises, …

O provar de Deus é o instrumento de sua justiça!

Imagem
"E Deus que conhece os corações lhes deu testemunho, dando-lhes o Espírito Santo, assim como também a nós"(Atos 15.8).
Quem ousa questionar a justiça de Deus?A palavra questionar é por em dúvida ou lançar dúvidas a respeito de algo.Mas a razão humana estará cheia de questões ou seja dúvidas, do por que Deus a veio repreender, corrigir ou reprovar, se ato justo de Deus não houver algo que evidencie a sua justiça.É como já afirmei o provar de Deus o evidenciar de sua justiça. Mas, quando Deus nos prova; através de nossas tribulações.A nossa reação diante das lutas e tentações( as quais ele já sabe quais serão), serão provas irrefutáveis; por que elas manifestarão ou seja deixarão descoberto o nosso coração(Mt 12.35/Lc 6.45). "O homem bom do seu bom tesouro do coração tira boas coisas, e o homem mau do mau tesouro do seu coração tira coisas más". Deus não implanta provas em ninguém; mas, deixa com que o livre curso de seus caminhos o denuncie a sua própria consciência (R…

O provar de Deus é a manifestação de sua justiça!

Imagem
O provar de Deus é o evidenciar e o manifestar de sua justiça.Quem conhece o homem senão Deus, e quantos pecados comete ele no seu coração sem o manifestar exteriormente? Mas o provar de Deus revela o que está em oculto no coração. Deus não permite que o homem seja tentado e peque para ai o acusa-lo; mas, Deus permite para que o pecado que ele já comete em seu coração torne evidente e ele não tenha como desculpar-se.
A justiça do justo também se manifesta por meio das provações assim como a iniquidade do impio. Assim como a cobiça de Ananias e safira se manifestou diante da tentaçao do dinheiro, ou seja do objeto da tentaçao, ou do objeto da cobiça, o dinheiro, no caso aqui. Assim também a justiça de José se manifestou diante da tentação da luxuria( Gn 39.7-23/40/41/Atos 5.1-11). Uma coisa é certa somos tentados pelos nossos desejos ou sentimentos e caímos quando somos seduzidos ou convencidos por eles; e que a vigilhança tem como objetivo principal evitar a tentação sendo um ato nos…

O Provar de Deus é a sua vontade.

Imagem
Com esta postagem pretendo continuar a série, sobre o "Provar de Deus".
A princípio o provar de Deus é a sua vontade. Mas de Deus não vêem mal, e ele não é tentado por cobiças e nenhum mal, e nenhuma espécie de mal, e portanto não faz uso de tais coisas para tentar as pessoas. E como já afirmei as lutas não vêem de Deus. E as tentações também não vem de Deus, elas são males que nos induzem as suas práticas. As lutas porém são resultado natural do viver, e o viver em Cristo se opõem ao viver na carne. Por isso, o viver em Cristo ser guerra contra o mundo, o Diabo e a carne. Agora, o provar de Deus vem d'Ele; e Ele o planeja. Na sua presciência Ele vê ao longe uma onda de lutas e tentações vindo sobre a praia do viver em Cristo de muitos justos, e vê aquelas que poderão serem usadas para o crescimento espiritual, para o desmascarar dos falsos e o revelar dos sinceros, para a correção de seus filhos, e já tem planejado as usarem e como fará isso. Se alguém não é sincero o seu …