Postagens

Mostrando postagens de 2016

Série Creio 2: Inspiração da Bíblia como Palavra de Deus

Imagem
2. Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2Tm 3.14-17).

Creio que todo o cristão que faz honra ao seu nome, crer na inspiração dá Bíblia, muitos questionam a validade do Canon Sagrado, o acham tendencioso, que os livros nele inseridos visavam atender os interesses de um cristianismo imperialista a favor do imperador Constantino, perguntam se tudo não foi uma questão de interesses e nada de inspirado há de verdade. Todavia o maior testemunho em favor dela que temos é o testemunho do Espírito Santo, e o de milhões de vidas transformadas para a Glória de Deus ao redor do mundo porque creram nas sagradas letras e aceitaram a mensagem do evangelho nelas contidas. Este testemunho é tão grande que em todas as eras as pessoas que aceitaram o evangelho conforme as Escrituras, logo nos informa e deles se testemunham que tem experimentado o maravilhoso novo nascimento do qual Jesus a Nicodemos (João 3). A própria oposição a …

Série creio 1: Trindade

Imagem
Nesta série de postagens estaremos fazendo
várias reflexões sobre os 14 crédulos das Assembleias de Deus. Nesta primeira falaremos sobre Trindade.

1. Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).

A expressão subsistente traz um sentido magnífico, que é existente em três pessoas.
*  " Sub" é um prefixo que traz a idéia de estar abaixo, ou sobre o poder de, subentender( ou aquela idéia ou sentido envolto, embutido ou contido em algo). Segundo o dicionário da língua portuguesa, é: Prefixo que significa inferioridade, aproximação ou substituição.
* Existente. Que existe, que tem um lugar na realidade; que tem presença, que vive ou tem vida, que é. O que é real.
* Logo subsistente é a existência que perpétua, ou está subtendida, ou que se manifesta, ou que está através de algo ou alguém. Aplicando isto a Deus, Ele subsiste(sub existe), ou existe através da trindade.
2. Ele " eternamente subsiste atravé…

Caráter, religião e ateísmo

Imagem
Se um Pai consegue por limites em uma criança fazendo-a o respeitar, então esta criança ira guardar tudo o
que ele veio a ensinar a ela (ou pelo menos a essência disto). Se um ladrão é pego em um roubo pela polícia, ele vai procurar fugir, se houver esta opção, alguns vão atirar, e outros se entregarão sem resistência, o fato é que a presença da polícia por si impõem uma consciência, medo de ser preso privado da liberdade, ninguém quer chegar perante um juiz e receber uma sentença punitiva. Muitos de nós quando não temos pessoas a nos vigiar, procuramos romper com nossos limites morais, em nome de uma necessidade, cobiça, medo ou outra coisa;  mesmo tendo consciência de que o que viemos a fazer seja errado. Sem a presença de uma autoridade que imponha respeito, ou melhor sem respeito e consideração às autoridades, ou mesmo sem  a presença de alguém que se imponha como autoridade, não há como garantir que prevaleça qualquer lei. Ou no tocante aos valores morais, sem consciência de alg…

Porque Deus me prova?

Imagem
Porque Deus me prova? Primeiro é preciso saber em que sentido estou sendo provado? Para depois eu perguntar porque estou passando por isso? Porque geralmente está pergunta ( Porque Deus me prova?), não é feita no sentido de prova mesmo, mas, sim no sentido de querer saber o que fizemos para merecer, o sofrimento ou a situação na qual nos encontramos.
Mas, como já vimos na série de reflexões, "o provar de Deus", Deus não nos prova como sinônimo de castigo, e sim como sinônimo de teste e evidência. Vimos também que a causa, ou o porque d'Ele nos provar é a promoção do bem, seja este bem o do "Reino de Deus", de Deus, ou o nosso ( dependendo do contexto dá prova). Que a prova é o manifestar dá justiça de Deus, o evidenciar de seu amor, também que ela vem quando Deus vê em nós a " necessidade de sermos provados", para assim crescermos em fé, amor, comunhão, graça, conhecimento e sabedoria de Deus.
Logo o provar de Deus, não pode ser erroneamente indenti…

A opinião e o testemunho do Espírito Santo, nas nossas decisões

Imagem
João: 15. 26,27. Quando vier o Ajudador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que do Pai procede, esse dará testemunho de mim; e também vós dareis testemunho, porque estais comigo desde o princípio. - Bíblia JFA Offline
Atos dos Apóstolos: 1. 8. Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra. - Bíblia JFA Offline
João: 16. 7 a 11.Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo:  do pecado, porque não crêem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais, e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado. - Bíblia JFA Offline
O testemunho do Espírito Santo, serve tanto para crentes em Cristo Jesus, quanto para não crentes. Para crentes vem vivificando e fortalecendo a fé…

Ponto a considerar 14: "...em toda maneira e em todas as coisas estou experimentado..."

Imagem
Filipenses: 4. 11. Não digo isto por causa de necessidade, porque já aprendi a contentar-me com as circunstâncias em que me encontre. 12. Sei passar falta, e sei também ter abundância; em toda maneira e em todas as coisas estou experimentado, tanto em ter fartura, como em passar fome; tanto em ter abundância, como em padecer necessidade. 13. Posso todas as coisas naquele que me fortalece. - Bíblia JFA Offline
O ponto a considerar nesta reflexão, está contido, em duas expressões de Paulo, a primeira é;"porque já aprendi a contentar-me com as circunstâncias em que me encontre" , e a segunda;"em toda maneira e em todas as coisas estou experimentado".
Paulo não disse que estava satisfeito por estar naquelas circunstâncias, mas, que havia aprendido a estar bem, a estar contente, a receber e perceber a benção e o agir de Deus em tudo aquilo. Ele estava é satisfeito por estar em Cristo, vivendo aquelas circunstâncias, porque não estava sozinho(Filipenses 4.13). Mas, dest…

Palavra importante 24: Temperança

Imagem
Mateus: 23. 25. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque limpais o exterior do copo e do prato, mas por dentro estão cheios de rapina e de intemperança. - Bíblia JFA Offline
Temperança, está é a palavra Bíblica para domínio próprio, mas, em suas entrelinhas, ela engloba também, mansidão, sabedoria. Porque temperança não é como você enjaular um animal bravo, mas, tirado ou derivado da palavra tempero, é a atitude do coração que contagia todas as demais atitudes do teu ser, dosando-as com sabedoria, expressando-as com mansidão. Assim como o tempero que muda o sabor e o cheiro de um alimento, a temperança impõe a sua marca, sobre a vida de um homem. Por isso a verdadeira temperança não pode ser alcançada por meio de disciplinas e esforços humanos, mas, é resultado da comunhão do crente com Deus, é a marca de um homem cheio do Espírito Santo. Quando os opositores de Estevão olhavam para ele carregados de ódio, e respirando morte, o seu rosto pacífico era como de um anjo, por ma…

Exploradores da fé

Imagem
"Por que eu sei isto:Que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho, e que dentre vós mesmos, se levantaram homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si". Atos 20.29,30.

Ouve uma época em minha juventude que usei muito este versículo para combater o legalismo religioso. Hoje sinto me inspirado a usar este mesmo texto, para falar sobre um grupo de homens que existem no meio da igreja atual, que a semelhança dos legalistas são perversos, estes são os exploradores da fé das grandes massas. São homens cabeças, que com seus discursos e seus carismas, usam de toda sorte de argumentação para persuadir a mente leiga e simples, que nem sempre é assim tão simples e tão leiga, muitas destas mentes são doutores, e mestres, mas, se deixam enganar por estas mentes perversas como se fossem meros ignorantes, pois os mesmos são tão ferozes em suas argumentações, que iludem até mesmo os espertos. Pois na verdade são…

Fé convicta e fé inconvicta

Imagem
Nesta reflexão falo de fé de uma forma universal, como sinônimo de confiança. Neste sentido há dois tipos fé a intelectual ou nominal(que não é fé de verdade, apenas se resume a uma confissão vazia) e a fé de coração. Mas, explorando a fé de coração, digo que existe a fé que é por convicção e a que não é; e sobre a fé convicta (por convicção) podemos diferenciar entre a que é enganada e a que não é; e que da fé que não é por convicção(inconvicta) podemos diferenciar a que é por tradição e a que não é. I.Fé convicta é a fé estabelecida em certezas. “A fé vem pelo ouvir e o ouvir a palavra de Deus”.Esta é a fé inabalável do Salmo 125, é a fé que a pessoa tem, ou seja confia, crê, porque tem certeza dentro de si em quem ou que está confiando, tem certeza da veracidade, induvitabilidade( não sendo duvidável) da verdade ou aparente verdade filosófica, teológica, ou existencial, etç... em que crê. Hebreus 11.1 diz que a fé genuína, é a certeza( ou convicção) das coisas que se esperam. Logo …

Palavra importante 23: Disposição

Imagem
Disposição não é uma palavra que se encontra em abundância nas Escrituras, ou em tratados teológicos, embora podemos extrair está ideia de Gênesis a Apocalipse, e de toda a obra teologica sincera e ortodoxa. Disposição diz da sinceridade da vontade, do coração das pessoas, no querer real, desimpedido e insistente de alguém para a realização de qualquer coisa, e até mesmo de seu comprometimento com Deus é seu Reino.
Quando falo de disposição, penso nas pessoas que fazem e não nas que dizem. De certo as pessoas que dizem também são dispostas a falarem, mas, não a viverem.
Assim está é uma palavra muito importante no cristianismo, uma vez que como Paulo diz; " o Reino de Deus não consiste em palavras, mas, em virtudes "(   1 Coríntios 4.20 ), em poder. Ou seja, em algo realizador, e não em algo idealizador, fantasioso e fictício.
Jesus conta uma parábola que ilustra bem o que digo, e já faz bem um tempo que não ouço alguém pregar sobre ela. De que o pai de família chegou para …

Ponto a considerar 13: " O Reino de Deus, não consiste em palavras... "

Imagem
1 Coríntios: 4. 20. Porque o reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder. - Bíblia JFA Offline
Já tenho lido muitos livros, ouvido muitos hinos e músicas cristãs, tenho escutado inúmeras pregações e exposições da palavra de Deus. E já faz um tempo também que tenho andado fastigado, às vezes com o povo, as vezes com os pregadores. Não posso dizer, que dos que tenho ouvido, sejam pregadores de bajulação, muitos até possuem mensagens poderosas. Mas, o meu cansaso, está na apatia e indiferença do povo diante das pregações, e da parte dos pregadores é de contentar com a aparente aceitação. Mas, aí você me diz, mas, irmão nosso compromisso é apenas pregar, e o resto é com Deus. É eu pergunto se você podesse ver o inferno que os aguarda, sentir em sua carne a aflição e o fim o qual lhes espera, será que não farias algo mais? Quando Jesus entrou no templo, porque será que Ele não se contentou em chamar os cambistas de ladrões? Porque será que "Ele fez um chicote de cordas e exp…

O plano de Deus e eu, e você!

Imagem
João: 3. 16. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 17. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. - Bíblia JFA Offline
Você já pensou no plano de Deus para sua vida? Você vive a vida, sem pensar em nada, porque na maioria das vezes quando você para pra pensar, você é tomado por uma angústia. Então porque Deus, o onipotente permitiu a sua existência? Seria um ato de sua bondade ou uma maldade sarcástico, de criar alguém para sofrer num mundo, miserável e mesmo assim, ainda depois de tudo ser condenado?
Em Jeremias Deus nos diz assim:
Jeremias: 29. 11. Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança. - Bíblia JFA Offline
E Tiago nos dá a seguinte informação sobre o caráter de Deus:
Tiago: 1. 13. Ninguém, sendo tentado, diga:…

O que éramos

Imagem
Romanos: 5. 7. Porque dificilmente haverá quem morra por um justo; pois poderá ser que pelo homem bondoso alguém ouse morrer. 8. Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós. - Bíblia JFA Offline
1° "Dificilmente haverá quem morra por um justo", o texto não fala que ninguém morreria, mas, que é uma coisa difícil de acontecer.
Ora o justo,por ser justo não é uma pessoa carismática, seu jeito íntegro e imparcial não o deixa cair nas graças do povo. Pode ser que se alguém enchergar nesta justiça a bondade real, ele consiga alguém que se arrisque morrer, por ele, mas, isso seria difícil.
2° " Pois poderá ser que pelo homem bom alguém ouse morrer". Agora a situação do homem bom, se encontra um pouco melhor que a do justo. Pois pessoas bondosas geralmente gozam de serem pessoas carismática, de atrair a admiração dos homens, principalmente daqueles beneficiados pela sua bondade. Mas, quando o assunto é dar a vid…

O que te importa?

Imagem
"Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram:Mais importa obedecer a Deus do que aos homens". Atos 5.29

Quando esse episódio da história da igreja aconteceu, os apóstolos haviam sido encurralados pelas autoridades judaicas contra a parede, para que parassem de difundir o evangelho, de falar e ensinar no nome de Jesus, eles não recuaram e nem mudaram seus discursos, não suavizaram o evangelho, nem adaptaram o evangelho para serem poupados. Mas gostaria de me ater a uma pergunta que ocorre agora a qual é: O que te importa nesse momento de sua vida como cristão? Os apóstolos tinham bem definidos para eles o que lhes importava, e o que significava obedecer a Deus.Obedecer a Deus era nada mais nada menos que a propagação da mensagem de que Jesus Cristo é o Filho de Deus, o qual foi enviado ao mundo para salvar no mundo a todo aquele que nele confiar, ou seja que confiar que Jesus poderia satisfazer a justiça de Deus e reconciliar o homem com Deus, salvando-o da condenação e…

O Eterno e Eu

Imagem
Por que Deus disse, que provaria o povo,"para ver se seguem ou não" as suas instruções?(Êxodo 16.4).Ou, por que a palavra diz que viu Deus,que a luz era boa?(Gênesis 1.4). Por que isso, sendo o Senhor Eterno, e portanto onisciente? Pelo mesmo motivo que afirmou para Moisés que foi em 6 dias que fez tudo, e que ao 7º descansou(Gênesis 2.2); sabendo nós hoje que até no sábado Deus trabalha(João 5.17). E qual seria este motivo? Por que somos limitados, se Deus se assenta-se no seu trono e arrodear-se de suas criaturas e fosse-nos explicar, seus grande "porquês",não compreenderíamos por completo, ou seja ficaríamos cheios de dúvidas. Pois quando para sanarmos as nossas dúvidas, entramos em áreas complexas e ou que foge a nossa compreensão, adquirimos mais dúvidas. Por isso as respostas de Deus correspondem a nossa capacidade de entendimento; foi assim com Moisés e com o povo da época em que se escreveram as escrituras e é assim hoje da mesma forma. A passagem de Jesus…

Música sacra, evangélica, secular e profana.

Imagem
Texto base:
João: 4. 22. Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos; porque a salvação vem dos judeus. 23. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. - Bíblia JFA Offline

1. Qual a diferença entre música sacra, secular e profana?
*A música sacra, em sentido restrito (e mais usado), é a música erudita própria da tradição religiosa judaico-cristã. Em sentido mais amplo é usado como sinônimo de música religiosa, que é a música nos cultos de quaisquer tradições religiosas( essa é uma opinião da Wikipedia, nem toda música religiosa é litúrgica e sacra, e nem toda música religiosa cantada nos cultos faz parte da tradição).
A expressão foi criada pela primeira vez durante a Idade Média, quando se decidiu que deveria haver uma teoria musical distinta para a música das missas e a música do culto, e tem em sua forma mais antiga o canto gregoriano. A música sacra foi desen…