TRADUTOR

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Táticas do Espírito do Anticristo. Parte 6


7º Ridicularizar o cristianismo.
Eu tenho visto muitos ataques ao cristianismo hoje em dia, de dentro da igreja(como instituição) e do lado de fora. Nas igrejas as pessoas atacam a liderança, pastor é ladrão, pastroxa e outras barbaridades. As pessoas não possuem medo, aquele medo com respeito da pessoa do Espírito Santo, mas, elas o entristecem, elas blasfemam e justamente são exterminadas em sua abominável iniquidade. Quando uma coisa se torna vulgar, se torna pequena e medíocre, ela então se torna ridícula. É claro que hoje em dia muitos artistas tem se declarado cristãos, mas, isso não reduz ou torna o cristianismo grande em estima diante dos homens, apenas o facciona em dois, o ortodoxo também tachado de fundamentalista, e o contemporâneo ou cristianismo do oba-oba, que é este, claro o que tem atraído a preferencia das grandes massas, e a igreja ou movimento cristão que não se atualiza para receber as grandes massas continua a ser ridicularizado.Aquilo que diziam antes; aleluia aleluia farinha no prato... ou chamando pentecostal de pedra-encostada, pode até ter ficado no passado, mas, a opressão, censura o  sarcasmo e indiferença com que nos tratávamos ainda continua.
Muitas novas seitas cristãs surgem do desejo de adequar o cristianismo ao mundo, para não ser ridicularizado por ele. O grande problema é que estas seitas fazem confirmar o preconceito, e as mentiras que as pessoas impias diziam de nós, pois é justamente nestes movimentos que surgem os pastores ladrões, ou são movimento fundados pelos mesmos. É justamente nestes movimentos, onde não se preocupa com transformações de vidas, onde não se avalia os frutos dos ditos convertidos, é que surgem aos montes idéias mirabolantes, que transformam as igrejas em shows, cultos em espetáculos, pastores em animadores de plateias  onde crentes não adoram, mas, iludidos pensando que estão adorando apenas estão assistindo os cultos como se estivessem vendo um filme emocionante.
Mas, as igrejas ortodoxas, inda estão sendo vaiadas, jogadas nas valas, e perseguidas pelo mundo. É nelas onde a glória do mundo não resplandece, mas, sim a Glória do Eterno, pois a glória do mundo não é luz e sim trevas, mas, a Glória de Deus é que levanta os mortos na escuridão.
Ridicularizar é desfazer de algo, tornar este algo, uma coisa feia, fora de moda, de uso, antiquada, uma coisa vergonhosa aos olhos das pessoas. Quantos adolescentes e mesmo adultos, até se autodenominam cristãos, e no meio dos amigos são prosas falam de tudo, mas, se intimidam ou se falam são breves quando o assunto é o Senhor Jesus e a defesa de sua fé cristã, e mesmo de sua denominação. Hoje em dia está na moda, ser evangélico, o que para vergonha nossa não entrou na moda foi defender e viver o evangelho, e com isso testificar ser crente é normal, mas, ninguém quer testificar a sua fé, que é o que ser crente realmente significa.
Mesmo que essas pessoas não saibam, mas, dentro de si seu senso de ridículo está contaminado pela opinião publica, sobre o cristianismo genuíno. Pois, o mesmo recebe constantemente esta mensagem através das músicas seculares que nos são impostas, nos carros que as gritam nas ruas através de suas músicas, pelos professores que nos censuram nas escolas, pelas novelas, filmes e séries, que nos caracterizam com estereótipos simples e de gente ignorante, e de gente louca e desequilibrada.
Hoje as pessoas rotulam o cristianismo genuíno, como “fundamentalismo”.Para mim ser fundamentalista, no sentido de ser uma pessoa fundamentada na Bíblia e ter um cristianismo fundamentado nos ensinamentos e na vida de Jesus e seus apóstolos, é uma grande satisfação e o alvo meu e de todo cristão assim classificado, como fundamentalista. Só que quando as pessoas do mundo nos classificam assim, elas têm em mente os terroristas e radicais muçulmanos.
O fundamento do cristianismo é a paz, quando Pedro pegou na espada e cortou a orelha do servo do sumo sacerdote, Jesus o repreendeu e colou novamente por um milagre aquela orelha, ora, o servo estavam ali com uma multidão para prender Jesus, mas, a atitude de Jesus foi a paz, e não iniciar ali uma batalha.Nesta atitude de Jesus, escrita pelos evangelistas Mateus e Lucas(Mateus 26.47-56/Lucas 22.47-53), está o fundamento de nossa genuína fé, e da postura que se pode esperar de um fundamentalista cristão, não a atitude de Pedro, mas, estou me referindo a atitude de Jesus, o mestre e Senhor.

Breve estarei como já tenho feito atualizando estes sete tópicos sobre as táticas do Espírito do Anticristo, e postando outros sete.Espero ter contribuído para o vosso crescimento em discernimento.
Um grande abraço, a todos, e fiquem na paz e na graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo o verdadeiro.


Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...