TRADUTOR

terça-feira, 24 de junho de 2014

Palavra importante 19: Conversão

“Eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos”. Lucas 22.32
Qual a importância desta palavra para o cristianismo? Não é a mesma tão importante para as demais religiões? Sim de certo modo a palavra conversão é muito importante em qualquer meio religioso. Mas, a conversão no cristianismo vai muito além, da simples aderência, a um sistema filosófico de religião, quem disse que Pedro não era seguidor de Jesus?Mas, Jesus esperava mais de Pedro, ele esperava que Pedro olhasse o mundo pela mesma perspectiva que ele olhava. No cristianismo ver o mundo como Jesus olha, abraçar a causa de Jesus, mas, olhando com um coração que trilha os mesmos objetivos, com a mesma visão de Jesus, é muito importante.
 Por isso em cristianismo o arrependimento da sua vida pregressa de pecados, de egoísmo e ambições mundanas é muito importante que venha antes da conversão, pois você não pode abraçar a causa de Jesus e a causa do mundo ao mesmo tempo, pelo simples fato que são antagônicas, e deixara seu coração dividido, poderá te paralisar em seu progresso na vida cristã e outra contaminará a sua visão de vida cristã. O que eu quero dizer com isso? Pedro era zelote, e isso determinava a sua visão a respeito de Jesus. E quando Jesus pregava e ensinava, a doutrina de Jesus, era filtrada na mente de Pedro pelos seus conceitos, ou cosmo visão zelote. Então quando Jesus falava em Reino de Deus, Pedro via um reino material tendo Jesus assentado no trono e subjugando Roma ao seu poderio, enquanto Jesus dizia e falava na verdade, em levar as pessoas a se converterem a Deus, se reconciliarem com Deus.Da mesma forma uma visão socialista, ou materialista, ou progressista, não é uma visão cristã, e não da para um socialista explicar a doutrina de Jesus, pois ele vai incorporar mesmo que inconscientemente os conceitos de Karl Max àquilo que Jesus fala, um materialista da mesma forma. E se um crente freudiano pregar ele vai falar conforme seu mestre. Se a pessoa não se arrepender de seus pecados os seus pecados vão contaminar a sua visão de Cristo, por isso primeiro o indivíduo para se converter ao cristianismo deve deixar os seus pecados e também os seus conceitos ideológicos. Vale ressaltar que aquilo você aprende, vai influenciar os seus conceitos, pelo resto de sua vida, mas, é por isso que existe o questionamento. Seu conhecimento de psicologia, socialismo, evolucionismo, pode servir para o seu trabalho, mas, não para a sua vida, deve se questionar quando ler a bíblia, se estas lendo pela ótica do Espírito Santo, ou pelos conceitos de alguma filosofia ideológica. De igual modo, você pode conhecer muita coisa, e isso não influenciar em nada na sua visão de Cristo desde que é claro o seu coração não esteja neste conhecimento secular. É simples o que estou dizendo é que se você sendo cristão concordar com os conceitos budistas, vai querer ver uma adaptação dos mesmos para o que Jesus ensinou. E ele não ensinou nada do que Buda ensinou, enganasse quem pensa que o amor pregado pelo cristianismo é o mesmo pregado pelas outras religiões.
Logo conversão em cristianismo implica em, antes da conversão o arrependimento, a conversão deve seguir por três princípios, caminho, verdade e vida; e não vem pela vontade do converso(porque ninguém pode vir até Jesus de si mesmo). “E respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai a não ser por mim”. João 14.6
Vamos então analisar estes pontos:
1.       No cristianismo ortodoxo, genuíno você precisa primeiro ter um desejo profundo e real de mudança de vida, você precisa aborrecer e estar cansado da vida que tens vivido. “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo, e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontraram descanso para as vossas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve. Mateus 11.28-30. Estar arrependido do pecado, e não apenas com remorso. Talvez você possa querer ser um cristão e enganar o mundo com uma falsa confissão de fé, sem todavia desejar abandonar a sua velha vida, ou sem estar arrependido de seu histórico transgressor. Pois no cristianismo Jesus, vem te reconciliar com Deus, te tornando amigo dele, e isso não tem como acontecer se o seu arrependimento não for verdadeiro. Por isso em cristianismo o arrependimento sempre precede a conversão.
2.       Os três princípios na conversão do cristão são: “E respondeu-lhe Jesus. Eu sou o caminho a verdade e a vida e ninguém vai ao Pai a não ser por mim”!
A)     Caminho. O que é um caminho na vida de um homem? O caminho é uma direção, uma finalidade uma motivação, um sentido para se viver. O individuo cristão deve seguir as pisadas de Jesus, ou seja, deve trilhar os mesmo objetivos e perseguir a mesma finalidade que Cristo, se consagrar ao mesmo fim que o Mestre.”Uma comida tenho para comer...”( e depois ele respondeu) “A minha comida é fazer a vontade d'Aquele que  me enviou”.
B)      Verdade. Qual a verdade? A verdade a respeito de Deus, das religiões, sobre a origem da vida, sobre tudo o que o homem realmente precisa saber, e busca todavia morre sem chegar ao menos conhecer. O cristão deve conhecer quem é Jesus, precisa ter um relacionamento íntimo e real com seu Mestre e Senhor Conhecer a Jesus transformara as perspectivas de sua vida. Não se pode ler a bíblia sobre as lentes do mundo, somente sobre as lentes do mestre. Somente Jesus traz a verdade a este mundo tão confuso, muitos já nem mais acreditam que pode haver verdade alguma.
C)      Vida. O que tem sido a sua vida? O que é a sua vida? O que é viver? Tendo em mente as palavras do próprio mestre; “sem mim, nada podeis fazer”! O cristão experimenta um novo nascimento, e quando ele trilha o caminho e conhece a verdade, ele esta se conectando a fonte de toda a vida cristã, isso é em Jesus, e Jesus passa a produzir em sua vida, os frutos. Mas, como Jesus disse: “Deves guardar as palavras dele”!Leia João 15.

3.       “Ninguém vem a mim de si mesmo...” “ Todo o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (João 6.37,44-46). Todo o processo da conversão se origina primeiro no coração de Deus. A única coisa que ele realmente espera do homem, no princípio de sua conversão, e em diante é que ele creia e continue a crer. Essa fé não é uma atitude passiva, mas, ativa, uma resposta positiva a ação do Espírito Santo. Você pode até se converter a religião, mas, Cristo Jesus busca que as pessoas se convertam-se a ele, ao seu caminho ao seu encontro. Que abandone as suas ambições mundanas, os cuidados desta vida e se converta a ele, o único e verdadeiro Deus. Você pode crer assim?

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...