TRADUTOR

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Deus nos prova para o fortalecimento da nossa fé

A provação de Deus, não visa abalar a fé de ninguém; mas se a fé deste alguém não está bem fundamentada, não tem criado raízes profundas na palavra de Deus, é claro que um edifício fundado sobre a areia cairá com a chuva o vento e a enxurrada.
Deus não quer uma fé fundamentada em enganos, por isso permite que as lutas, tentações e tribulações venham sobre este crente, a fim de com a sua queda possa mostrar-lhe o seu desvario, o seu engano. Posso dizer também que esta provação não visará a morte espíritual de tal crente, mas, a restauração. Portanto é necessário distinguir-lhe do crente que recebe em si a recompensa do tentar a Deus, o qual poderá se desviar e às vezes até morrer; e distinguir aqueles que ouvem a palavra de Deus, mas não guardam, pois os tais tem conforme falou Jesus, "uma grande queda"(Mateus 7.24-27)
Então estou dizendo da "correção de Deus",ou seja, estou me referindo aquele crente que sendo servo fiel a Deus; mas, por um vacilo começa a se desviar e seguir um curso cego, como pastores santos que começam sem perceber as vezes a dar lugar no coração ao dinheiro, as vaidades da riqueza, e sem perceber esta concupiscência começa-o a levar a oprimir os santos, e a tomar atitudes carnais as quais não convém. Deus que o conhece em sua onisciência; chama lhe a atenção muitas vezes por profecias, visões, pregações, testemunho;mas, o coração cego também é surdo. Então Deus suspende a sua proteção e deixa-lhe ser corrigido pelo resultado natural de seus próprios erros, até que ele venha a reconhecer, mesmo que isso seja a última coisa que ele faça. Não é bem o caso que eu estou falando, mas, em I Coríntios 5.1-5, mostra algo parecido ou seja da para trazer uma luz sobre este assunto.
É necessário dizer também que para o justo a provação de Deus visa fortalecer a sua fé; Deus conhece quem é justo e quem não é, o verdadeiro justo Deus o classifica como seu. Em algumas versões de Hebreus 10.38 diz: "Mas, o meu justo viverá da fé", e outra só diz, "Mas, o justo..." Ao crescer em conhecimento de Deus; o homem, também cresce em confiança, a medida que mais amadurecermos espiritualmente, ou seja na nossa comunhão, na nossa vida, no nosso andar com Deus; seremos capazes de confiar em Deus, duma forma que não confiaríamos antes; se loucura é a palavra adequada seremos loucos, tão loucos que não importaremos com o mundo a nos classificar de loucos, porque a loucura de Deus é mais sábia do que a sabedoria do homem.
Deus prova os justos, para fortalecer-lhes na fé. A evidência do cuidado de Deus em toda a tribulação, é adubo para nossa fé; a evidência de sua justiça, de seu amor, de sua onisciência, de sua dignidade e fidelidade são alicerces para a nossa fé, para nós.

Nenhum comentário:

Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...